Terça-feira, Outubro 4Bem vindo(a) #winelover 😀

tendências

Lidl adere à nova tendência de vinho em lata
inovação, mercado, tendências

Lidl adere à nova tendência de vinho em lata

Nos dias de hoje, os consumidores procuram cada vez mais produtos convenientes, que sejam práticos e fáceis de consumir. A pensar nisso, o Lidl vem reforçar a sua oferta com a introdução de dois vinhos em lata, de origem nacional – Adega Mãe Vinho Rosé Regional Lisboa e Adega Mãe Vinho Branco Regional Lisboa – privilegiando os produtores portugueses e garantindo a sua qualidade ao melhor preço. Lidl adere à nova tendência de vinho em lata Criado a partir das castas Touriga Nacional (61%) e Aragonez (39%), o vinho em lata Adega Mãe Rosé Regional Lisboa caracteriza-se pelo seu aroma delicado com notas florais e frutadas. É perfeito para tardes de verão, na companhia de saladas, pizzas ou massas. Já o vinho em lata Adega Mãe Branco Regional Lisboa, produzido pelas castas Chardonnay...
investimento, tendências

Vinho do Porto entre os melhores investimentos para 2018

Em 2017, as criptomoedas foram notícia pelo aumento exponencial do valor alcançado. A Bitcoin registou uma valorização de 650 euros para mais de 12 mil euros ao longo do último ano. Paralelamente à moeda virtual, existem outros objetos que investidores devem considerar, e que representam uma oportunidade de elevada rentabilidade.A Catawiki (www.catawiki.pt), portal de leilões na Internet de mais rápido crescimento, junta cinco sugestões de objetos colecionáveis para investir em 2018.1. Brinquedos e sets de LegoNo último ano, além de ter dado seguimento à saga de filmes, a Lego foi considerada pela Brand Finance a marca mais poderosa em todo o mundo, superando nomes como a Google e a Nike. Ao longo do ano, vários sets da Lego viram também o seu valor aumentar exponencialmente.‘Exemplos rece...
opinião, tendências

Virgin Consumer – a novidade como prioridade

De acordo com as tendências na área da economia, fala-se num novo conceito de consumidor, o Virgin Consumer, ou seja, aquele que não conhece muito acerca dos produtos, serviços ou marcas que vê todos os dias, mas que tem uma forte propensão para a experimentação. Transpondo o conceito para o sector dos vinhos, o qual apresenta um mercado repleto de marcas, facilmente percebemos que muitos dos consumidores com que nos deparamos são sem dúvida Virgin Consumers.A apetência para experimentar novos vinhos, a percepção de que o consumo de novidades irá estimular as suas vidas, levam a uma procura incessante não só de novos vinhos, como de informações acerca dos mesmos. Com a informação cada vez mais disponível, com a troca de impressões e opiniões cada vez mais intensa, o risco percebido diminui...
consumidores, perfil, tendências

O Novo Consumidor

1. Mais racional e menos emotivo na decisão de compra2. Mais informado e com capacidade de análise e pesquisa apurada3. Orientado preferencialmente pelo preço, promoções, comparação3. Comportamento de compra variável quanto a locais preferenciais 5. Mais preocupado com o ambiente e responsabilidade socialComunicação e Marketing no sector dos vinhos e gastronomia
drogas, tendências

Cocaína com preço inferior ao do vinho

De acordo com o jornal britânico "Telegraph" uma "linha" de cocaína é hoje mais barata do que um copo de vinho. As autoridades britânicas já admitiram que o preço da cocaína caiu para metade nos últimos 10 anos, fazendo com que actualmente se situem num preço nunca antes registado.Uma linha de coca pode hoje ser obtida por um preço mínimo de 1,15 € (aprox.) sendo que o preço médio varia entre 2,25 € e 4,50 € (valores aprox.). Comparando com o preço médio de um copo de vinho, 4 € (no Reino Unido), podemos concluir que a cocaína se torna hoje mais acessível para os jovens do que propriamente o vinho, com consequências desastrosas.Talvez desta forma as autoridades competentes deixem de exercer a pressão constante que efectuam perante a indústria vitivinícola, com acusações injustas, e passem ...