Sexta-feira, Dezembro 2Bem vindo(a) #winelover 😀

estatísticas

china, estatísticas, mercado

Vinhos chineses crescem a duplo dígito

A indústria do vinho chinesa tem vindo a registar um crescimento de duplo dígito nos últimos anos, revelou Wang Zuming, secretário da divisão do vinho da Associação da Indústria de Bebidas Alcoólicas chinesa, num recente seminário.Depois de em 2006 a fileira do vinho chinesa ter crescido 18,1%, o ano 2007 veio mostrar uma subida de 37,05%. Já no exercício de 2008, a evolução foi de 23,83%.De acordo com os dados avançados, a indústria do vinho chinesa registou uma enorme concentração, com as 10 províncias/regiões produtoras a deterem mais de 96% da quota nacional. Só as regiões de Jilin e Hebei produzem mais de 70% de todo o vinho consumido no país.Segundo alguns analistas, a produção de vinho tornou-se num negócio interessante no país, prevendo-se um crescimento contínuo e um aumento da co...
Alentejo, estatísticas, mercado

Vinhos do Alentejo reforçam liderança de mercado

De acordo com os últimos dados da AC Nielsen, os Vinhos do Alentejo (DOC e Regional) mantêm uma posição de liderança destacada no mercado dos vinhos certificados portugueses, com uma quota de mercado consolidada (retalho, incluindo LIDL e restauração), de 44,3% em valor e de 40% em volume, entre Fevereiro de 2008 e Janeiro de 2009.Os dados da consultora indicam também que os vinhos do Alentejo registaram também uma valorização do preço médio por garrafa no mercado global, com um aumento de 3,38 para 3,52 euros.Numa conjuntura global negativa, o Vinho Regional Alentejano, foi o único que apresentou um aumento significativo de quota de mercado em relação ao período homólogo na categoria de vinhos com indicação geográfica em Portugal. Em valor, a quota de mercado do Vinho Regional Alentejano ...
Bélgica, estatísticas, mercado

Vinhos portugueses aumentam quota no retalho belga

Os vinhos portugueses atingiram pela primeira vez 2,5 % de quota de mercado na rede da Grande Distribuição (GD) belga com um aumento de quase 19%.Em matéria de vinhos de mesa, e tendo em conta o panorama da GD na Bélgica, liderado pelas cadeias Delhaize e Colruyt, Portugal ocupa actualmente a 5.ª posição como fornecedor do mercado belga, atrás apenas de Itália, Espanha e Chile.Registe-se que Portugal ultrapassou recentemente mercados como a África do Sul, Luxemburgo e Austrália, os quais têm realizado campanhas de promoção sustentadas com elevados investimentos.Convém referir ainda que o maior aumento registado (30,6%) prendeu-se com o segmento de vinhos brancos nacionais, destacando-se claramente vinhos de Denominação de Origem, incluindo o Vinho Verde e Espumantes. in "hipersuper"Comunic...
consumidores, estatísticas, EUA

EUA serão maiores consumidores de vinho

De acordo com o último estudo efectuado pelo International Wine&Spirit Record (IWSR), os Estados Unidos da América tornar-se-ão nos maiores consumidores de vinho do mundo nos próximos três anos, ao mesmo tempo que o país sofrerá uma alteração nos hábitos de consumo dos norte-americanos.Apesar dos receios existentes relativamente ao consumo durante a actual crise económica, até 2012, o as vendas de vinhos importados deverá aumentar em 17,9%, avança o relatório da IWSR, adiantando ainda que o consumo mundial de vinhos poderá chegar às 2,816 mil milhões de caixas, ou seja, uma subida de 6%.O relatório revela ainda que os EUA terão uma importância significativa neste crescimento, já que o consumo de tintos, brancos e rosés terão crescido 14% entre 2003 e 2007.O vinho tinto continuará a ser...
estatísticas, hábitos consumo, mercado

Portugueses estão a beber mais vinho por menos dinheiro

Os portugueses estão a beber mais vinho por menos dinheiro. Como? Em vez de consumirem em restaurantes e cafés, optam por comprar as bebidas no supermercado e consumi-las em casa. Ficam mais baratas e quem as consome não precisa de controlar o índice de alcoolemia para conduzir. Já quando fazem refeições fora de casa, os portugueses pedem vinhos de gama mais baixa. O ano de 2008 mudou os hábitos do consumo. Mais quantidade em detrimento da qualidade. No ano passado, foram vendidas 269 milhões de garrafas de vinho de 0,75 litros em Portugal. Mais 23 milhões que em 2007, uma subida de 9,5% em volume. No entanto, em valor, este mercado - que engloba vinhos de qualidade, como vinhos de mesa e a granel - cresceu 6,4% para 510 milhões de euros. Embora bebam mais, os portugueses poupam nos gastos...
Austrália, estatísticas, produção

Produção de vinho australiano aumentou 27%

A produção de vinho na Austrália alcançou os 1,2 mil milhões de litros nesta campanha, correspondendo a uma subida de 27% face ao ano anterior, embora as exportações tenham registado uma redução de 9% (715 milhões de litros) e as vendas nacionais tenham caído 5% para 426 milhões de litros).Segundo dados apurados pelo Australian Bureau of Statistics (ABS), e publicados no Journée Vincole, dos 1,2 mil milhões de litros, 673 milhões correspondem a vinhos tintos e rosados (+40%) e 553 milhões a branco (+15%).O Reino Unido mantém-se como principal cliente dos vinhos australianos, com um volume de importação na ordem dos 268 milhões de litros e um valor de cerca de 895 milhões de dólares (aproximadamente 695 milhões de euros).in "hipersuper"Comunicação e Marketing no sector dos vinhos e gastrono...
consumo, estatísticas, portugueses

57% dos portugueses beberam vinho engarrafado no último ano

57% dos portugueses residentes em Portugal Continental com idades compreendidas entre os 15 e os 64 anos terão bebido vinho engarrafado entre Setembro de 2007 e Setembro de 2008, revela o Target Group Index (TGI) da Marktest.Os indivíduos mais permeáveis ao consumo são do sexo masculino (65%) e têm entre 45 e 64 anos (72%). Em contrapartida, só um quarto dos jovens entre os 15 e os 24 anos experimentou o sabor durante os últimos 12 meses. Nas restantes faixas etárias, o consumo dentro e fora de casa foi de 56% (25-34 anos) e de 67% (35-44 anos).O TGI foi implementado em Portugal em Setembro de 2008, quando já era uma realidade em 6o países. O estudo incide sobre 3000 marcas e 17 sectores de actividade, cujos produtos são agrupados em 240 categorias. São entrevistados anualmente 5000 indiví...