Domingo, Outubro 2Bem vindo(a) #winelover 😀

consumidores

consumidores, restauração, Restaurant Week

Consumidores escolhem os 10 melhores restaurantes nacionais

A 3º edição da Restaurant Week Portugal vai escolher os 10 melhores restaurantes a nível nacional, com base na adesão aos restaurantes por parte dos consumidores. Está inovação vai estar presente em todas as edições futuras da Restaurant Week.Esta inovação vai premiar os 10 melhores restaurantes a nível nacional, que poderão usar o selo Escolha do Consumidor. Esta eleição vai ser da exclusiva responsabilidade dos consumidores porque as suas preferências serão avaliadas através do número de reservas.Esta edição vai decorrer de 26 de Fevereiro a 08 de Março com mais de 100 restaurantes de luxo em todo o país. A Restaurant Week tem por objectivos a democratização do acesso à restauração de luxo, a dinamização das receitas das cidades e restaurantes através da promoção do fluxo de consumo e tu...
china, consumidores, mercado

China assume liderança dos maiores consumidores de vinho tinto do mundo *

A China é o maior consumidor de vinho tinto do Mundo, revela o Le Figaro. Com mais de 155 milhões de caixas (ou 1865 garrafas) de vinho tinto consumido em 2013, a China regista um aumento de 136% de consumo em relação ao ano de 2008. Com este valor, a China ultrapassa a França (150 milhões de embalagens), Itália (141), Estados Unidos (134) e Alemanha (112).No consumo geral de todos os vinhos, incluindo espumantes, a China ocupa, no entanto, o 5.º lugar, atrás dos Estados Unidos, França e Itália.Segundo o estudo, o aumento do consumo do vinho tinto na China teve início em 2005, sendo que entre 2007 e 2013 esse consumo multiplicou-se. Durante este mesmo período as percentagens de consumo em países como a Itália e a França diminuíram em 5,8% e 18% respetivamente.Cerca de 80% dos vinhos consum...
consumidores, reposicionamento

Até a Starbucks se rendeu

De acordo com o que tem sido noticiado, a Starbucks prepara-se para efectuar um teste de vendas de vinho em 3 lojas, em Seattle. O objectivo será verificar qual o comportamento do cliente típico deste tipo de estabelecimentos, em que o café, e outras bebidas quentes são as preferidas. Os responsáveis da empresa pensam que os clientes poderão aderir a um novo conceito, em que beber um copo de vinho ao fim da tarde, após o trabalho, revela-se um verdadeiro prazer.Comunicação e Marketing no sector dos vinhos e gastronomia
consumidores, decisão de compra

Do you buy wine because of the label design or because it’s a wine you can trust ? *

Interessante discussão esta, que se tem desenvolvido no Grupo "Wine Connections" do LinkedIn. Opiniões ? Várias e para todos os gostos. No entanto é de salientar que muitos dos que reconhecem que o papel do rótulo (mais concretamente do seu design) é decisivo no momento de compra de um vinho, referem que esta premissa é ainda mais assinalável e verdadeira, quando se trata de vinhos de gama baixa ou média. Ao falarmos de vinhos com um preço mais alto (acima dos 10 € ou 15 €), nota-se que o "peso" do rótulo na decisão da compra diminui significativamente, optando o consumidor por valorizar outros factores, como origem, qualidade percebida, ou confiança na marca/produtor. Há quem defenda igualmente, o que vai de encontro à ideia anterior, que o rótulo tem menos influência, quanto maior é o ní...
consumidores, experience marketing, marcas

Experience Marketing – uma óptima ferramenta para as marcas de vinho

O Marketing de Experiências, ou Experience Marketing consiste numa estratégia de branding que potencia a relação do público externo (consumidores) e/ou público interno (funcionários), com a marca que pretendemos comunicar. Esta relação é reforçada através de experiências relacionadas com a marca, que apelem às sensações e emoções dos consumidores. Pretende-se criar uma interacção com os clientes que reforcem os laços entre o produto/marca e o consumidor final. Uma empresa de referência que foi pioneira neste conceito de Experience Marketing, e que também oferece produtos na área dos vinhos, é a Vida é Bela. Provas de vinhos, cursos de vinhos e visitas a propriedades vitivinícolas, acrescentam valor e principalmente emoções às marcas, transmitindo aos consumidores um conjunto de experiência...
clientes, consumidores, CRM

O Cliente – o activo mais importante da empresa

Conservar um cliente é tão ou mais difícil do que conquistar um novo. Não raras vezes os produtores de vinho (e não só) na ânsia de conquistar novos consumidores esquecem-se daqueles que já detêm, e que são na maior parte das vezes o garante do sucesso comercial da empresa. Uma empresa que gasta dinheiro e tempo para ganhar clientes, perdendo os que tem, em vez de dar passos em frente, estagna ou anda para trás. O cenário piora ainda mais quando o cliente que se perde, tenha origem num mau atendimento, em maus produtos, ou numa deficiente prestação de serviços. Por mais que muitas vezes nos custe, jamais devemos descurar os pequenos pormenores numa relação com um cliente. O que a nós nos parece acessório, pode ser de extrema importância para a pessoa que está do outro lado. Mais do que sim...
compras, consumidores, marcas

A Fobia da Decisão

Um post da autoria de João Pinto e Castro, intitulado "Escolher Cansa", chama a atenção para o excesso de opções com que o consumidor se confronta diariamente, no seu processo de compra. Consequentemente, a decisão torna-se mais difícil e muitas vezes dolorosa.Transpondo esta ideia, com a qual concordo em absoluto (e pelas quais também passo) para o mundo dos vinhos, verificamos o excesso de marcas existentes no mercado, o que aumenta o leque de oferta para o consumidor, mas também o deixa algo ansioso no momento de compra.Para que o problema seja amenizado nos lineares dos supermercados ou garrafeiras, o produtor pode e deve dar o seu contributo, ao reduzir ao mínimo possível o seu portfólio de marcas, que muitas das vezes não passam de produtos semelhantes, com rótulos diferentes. Ficam ...
consumidores, estudo, marca

Casal Garcia é a mais "magnética"

No que toca ao sector dos vinhos a marca Casal Garcia, foi considerada, pelo estudo "Brands Magnetic Fields", a marca mais magnética, ou seja, aquela que tem maior capacidade de atracção junto dos consumidores. Este estudo revela apenas uma propensão de preferência, não significando obviamente que seja a mais escolhida. No 2º lugar ficou a marca Monte Velho. Convém referir que apesar de tudo existiu uma grande dispersão nas marcas mencionadas.Comunicação e Marketing no sector dos vinhos e gastronomia
consumidores, perfil, tendências

O Novo Consumidor

1. Mais racional e menos emotivo na decisão de compra2. Mais informado e com capacidade de análise e pesquisa apurada3. Orientado preferencialmente pelo preço, promoções, comparação3. Comportamento de compra variável quanto a locais preferenciais 5. Mais preocupado com o ambiente e responsabilidade socialComunicação e Marketing no sector dos vinhos e gastronomia
consumidores, estudo, marca

Consumidores europeus são fieis às marcas

Um pequeno estudo levado a cabo pela Gfk em 9 países europeus (Alemanha, França, Reino Unido, Itália, Holanda, Áustria, Espanha, Rússia e Polónia) revela que os consumidores de vinho europeus são fieis às suas marcas favoritas. Respondendo à questão, se estariam dispostos a mudar de marca, para outra semelhante com preço inferior, 67% (média) responderam negativamente, recusando essa possibilidade. Os mais renitentes foram os Holandeses (77,1%), seguidos dos Alemães (75%), Franceses(74,9%)e Britânicos (74%).Já questionados sobre a possibilidade de mudarem de marca, caso se tratasse de aparelhos electrónicos, a maioria dos consumidores admitiram que mudariam para outra mais barata.Este estudo vem demonstrar que o VINHO ocupa ainda um lugar especial na mente do consumidor, que se distingue d...
consumidores, estatísticas, EUA

EUA serão maiores consumidores de vinho

De acordo com o último estudo efectuado pelo International Wine&Spirit Record (IWSR), os Estados Unidos da América tornar-se-ão nos maiores consumidores de vinho do mundo nos próximos três anos, ao mesmo tempo que o país sofrerá uma alteração nos hábitos de consumo dos norte-americanos.Apesar dos receios existentes relativamente ao consumo durante a actual crise económica, até 2012, o as vendas de vinhos importados deverá aumentar em 17,9%, avança o relatório da IWSR, adiantando ainda que o consumo mundial de vinhos poderá chegar às 2,816 mil milhões de caixas, ou seja, uma subida de 6%.O relatório revela ainda que os EUA terão uma importância significativa neste crescimento, já que o consumo de tintos, brancos e rosés terão crescido 14% entre 2003 e 2007.O vinho tinto continuará a ser...