Segunda-feira, Novembro 28Bem vindo(a) #winelover ūüėÄ

clima

IVDP instala sensores na Regi√£o Demarcada do Douro para racionalizar pr√°ticas da viticultura
clima, Douro, viticultura

IVDP instala sensores na Regi√£o Demarcada do Douro para racionalizar pr√°ticas da viticultura

O¬†Instituto dos Vinhos do Douro e do Porto, I.P.¬†(IVDP), ciente da necessidade de racionalizar o uso da √°gua nas atividades agr√≠colas, avan√ßou com um projeto de implementa√ß√£o de sensores para a medi√ß√£o dos valores de humidade e temperatura do ar,¬†com o objetivo de¬†monitorizar o clima e¬†tornar a¬†rega¬†mais eficiente. Numa altura em que se comemora o Dia Mundial da √Āgua (22 de mar√ßo) - este bem finito e cada vez mais precioso - todo o Pa√≠s se debate com um cen√°rio de seca e a¬†Regi√£o Demarcada do Douro¬†n√£o √© exce√ß√£o. IVDP instala sensores na Regi√£o Demarcada do Douro para racionalizar pr√°ticas da viticultura Georreferenciados e estrategicamente colocados por toda a regi√£o,¬†os sensores instalados pelo¬†IVDP¬†norteiam-se pelo conceito¬†Internet of Things¬†e ‚Äúoperacionalizam um servi√ßo de d...
International Wineries for Climate Action apela à descarbonização do setor vitivinícola
ambiente, clima, sustentabilidade

International Wineries for Climate Action apela à descarbonização do setor vitivinícola

Vinte e dois presidentes executivos e l√≠deres da International Wineries for Climate Action apelam a todos os presidentes executivos do setor do vinho para que se juntem aos seus esfor√ßos rigorosos, baseados na ci√™ncia, para descarbonizar o setor vitivin√≠cola ‚Äď e para que come√ßam a trabalhar para um n√≠vel zero de emiss√Ķes at√© 2050. International Wineries for Climate Action apela √† descarboniza√ß√£o do setor vitivin√≠cola Leia o comunicado de imprensa na √≠ntegra: Caros Presidentes Executivos do setor do vinho, A emerg√™ncia clim√°tica √© de longe a amea√ßa mais grave que enfrentamos como viticultores e produtores de vinho. Enquanto l√≠deres mundiais se re√ļnem este m√™s na COP26 na Esc√≥cia para reafirmar o seu apoio aos compromissos assumidos em 2015 no Acordo de Paris para limitar o aque...
Adega de Palmela acolhe projeto mundial de combate √†s altera√ß√Ķes clim√°ticas
ambiente, clima, sustentabilidade

Adega de Palmela acolhe projeto mundial de combate √†s altera√ß√Ķes clim√°ticas

At√© 2025, a Adega de Palmela, a primeira marca de vinhos e pioneira a n√≠vel nacional, recebe o projeto europeu REDwine com o objetivo de implementar um novo modelo de neg√≥cio de economia circular nas produ√ß√Ķes de vinho, que produz biomassa de microalgas ao utilizar os efluentes gasosos e l√≠quidos na fermenta√ß√£o do vinho. O projeto REDwine pretende demonstrar a viabilidade t√©cnica, econ√≥mica e ambiental, reutilizando as emiss√Ķes de CO2 produzidas na ind√ļstria vin√≠cola ao transformar carbono da produ√ß√£o de vinho em biomassa com diferentes aplica√ß√Ķes. Adega de Palmela - vindimas Desta forma, a marca cedeu o seu espa√ßo para que os equipamentos se encontrem instalados para recolher e armazenar os efluentes gasosos e l√≠quidos de um fermentador de vinho com 20 mil litros de capacidade....
Ind√ļstria Vitivin√≠cola mundial une esfor√ßos para definir sustentabilidade
ambiente, clima, sustentabilidade

Ind√ļstria Vitivin√≠cola mundial une esfor√ßos para definir sustentabilidade

Pela primeira vez, mais de 40 agentes da fileira do vinho em todo o mundo uniram for√ßas atrav√©s da cria√ß√£o da¬†Sustainable Wine Roundtable¬†(SWR) que tem como objectivo refor√ßar a lideran√ßa do sector vitivin√≠cola l√≠der em mat√©rias de sustentabilidade. Dos efeitos da seca √†s inunda√ß√Ķes, do aumento da temperatura aos inc√™ndios, √†s press√Ķes sociais em torno dos direitos e igualdade dos trabalhadores, a ind√ļstria do vinho e os seus fornecedores, √† semelhan√ßa de outros sectores, depara-se com a necessidade de dar resposta a desafios significativos de modo a garantir a supera√ß√£o dos mesmos, acompanhar as exig√™ncias dos clientes e contribuir para os Objetivos de Desenvolvimento Sustent√°vel das Na√ß√Ķes Unidas. Foto em https://swroundtable.org/ Tendo por base os in√ļmeros Standards e Programa...
Mitigar as Altera√ß√Ķes Clim√°ticas ao longo da Cadeia de Valor do Vinho
ambiente, clima, sustentabilidade

Mitigar as Altera√ß√Ķes Clim√°ticas ao longo da Cadeia de Valor do Vinho

A pr√≥xima Climate Talk √© uma iniciativa do Dr. Richard Smart, Viticultor e Consultor Internacional de renome, que desafiou o Porto Protocol a organizar um debate apenas sobre mitiga√ß√£o (vs adapta√ß√£o), sobre a redu√ß√£o da pegada de carbono do setor da uva e do vinho. Nas suas pr√≥prias palavras, ‚Äúa mitiga√ß√£o √© mais uma decis√£o √©tica do que econ√≥mica, e o enfoque na mesma vem no sentido de evitar as causas da crise clim√°tica, de modo que esta n√£o aconte√ßa‚ÄĚ.¬†Segundo o pr√≥prio ‚Äú√© uma decis√£o que uma ind√ļstria pode tomar para ajudar a garantir o seu futuro, com o mesmo esp√≠rito com que esta decis√£o est√° a ser tomada por pa√≠ses e estados, comunidades e fam√≠lias‚ÄĚ. Mitigar as Altera√ß√Ķes Clim√°ticas ao longo da Cadeia de Valor do Vinho Esta sess√£o ser√° a primeira ‚ÄúResearch Edition‚ÄĚ das Clim...
A transformação do Enoturismo para a Ação Climática
clima, enoturismo, sustentabilidade

A transformação do Enoturismo para a Ação Climática

Do Porto para o mundo, a Porto Protocol tem vindo a colocar em cima da mesa o assunto das altera√ß√Ķes clim√°ticas na ind√ļstria do vinho. H√° j√° um ano que as ‚ÄúClimate Talks by Porto Protocol‚ÄĚ continuam a¬†levantar quest√Ķes, a apresentar boas pr√°ticas e acima de tudo a gerar intera√ß√£o e aprendizagem entre os membros desta comunidade crescente a n√≠vel mundial, promovendo a mudan√ßa de comportamentos na fileira do vinho. A pr√≥xima conversa resulta da parceria com as¬†Great Wine Capitals¬†e alarga o tema da discuss√£o sobre vinho e altera√ß√Ķes clim√°ticas √† vertente do enoturismo. A transforma√ß√£o do Enoturismo para a A√ß√£o Clim√°tica ‚ÄúTransformar o Enoturismo para a A√ß√£o Clim√°tica‚ÄĚ √© o tema a debate e acontece j√° na quinta-feira, dia 17 de junho, √†s 17h30, no zoom live (registo necess√°rio). ...
Medição da Pegada de Carbono do Vinho para Pequenos Produtores
ambiente, clima, sustentabilidade

Medição da Pegada de Carbono do Vinho para Pequenos Produtores

Ironicamente, o termo "pegada de carbono" foi introduzido de forma mais ampla por uma grande empresa de combust√≠veis f√≥sseis. √Č hoje uma express√£o comum do nosso vocabul√°rio di√°rio, sempre nos referimos √† crise clim√°tica e aos nossos esfor√ßos para a reduzir, nomeadamente a necessidade de abandonar o uso de... combust√≠veis f√≥sseis. Individual ou coletiva, a pegada de carbono permite estimar o nosso impacto e contribui√ß√£o para as altera√ß√Ķes clim√°ticas, atrav√©s do c√°lculo do volume total de gases de efeito estufa (GEE) gerado pelas atividades humanas. Climate Talk - Medi√ß√£o da Pegada de Carbono do Vinho para Pequenos Produtores Para inverter esta tend√™ncia clim√°tica, precisamos de reduzir e remover o carbono do ar. Em termos da cadeia de valor do vinho, os elementos que mais con...
A Fundação The Porto Protocol anuncia Comité Consultivo
ambiente, clima, sustentabilidade

A Fundação The Porto Protocol anuncia Comité Consultivo

A Funda√ß√£o The Porto Protocol convidou tr√™s dos seus membros, Diana Snowden Seysses, Gregory Jones e Nuno Gaspar de Oliveira, para constituir o seu Comit√© Consultivo: Diana Seysses √© en√≥loga no Domaine Dujac (Borgonha, Fran√ßa), Snowden Vineyards (Napa Valley, Calif√≥rnia) e Triennes (Proven√ßa, Fran√ßa). Representa uma nova gera√ß√£o de produtores de vinho e acredita firmemente na a√ß√£o clim√°tica. Tem-se dedicado ao estudo de v√°rios assuntos relacionados com a mitiga√ß√£o das altera√ß√Ķes clim√°ticas para proteger o vinho. At√© agora, o seu foco de estudo tem sido a captura de carbono e os materiais de embalagem alternativos √† garrafa. O Professor Greg Jones √© climatologista, especializado no estudo da estrutura clim√°tica e na aptid√£o para a viticultura, e com...
A import√Ęncia estrat√©gica de internalizar as altera√ß√Ķes clim√°ticas no neg√≥cio
ambiente, clima, sustentabilidade

A import√Ęncia estrat√©gica de internalizar as altera√ß√Ķes clim√°ticas no neg√≥cio

Eventos clim√°ticos extremos, escassez de √°gua, altera√ß√Ķes dos per√≠odos de matura√ß√£o das uvas, s√£o apenas algumas das consequ√™ncias que as regi√Ķes vin√≠colas em todo o mundo est√£o a enfrentar devido √†s altera√ß√Ķes clim√°ticas. Adicionalmente, h√° muitos aspectos da produ√ß√£o de vinho que contribuem para aumentar o CO2 na atmosfera: desde as garrafas de vidro, √†s emiss√Ķes de carbono durante a fermenta√ß√£o, √† natureza e quantidade de pesticidas utilizados na viticultura, √†s monoculturas, √† √°gua consumida, e aos combust√≠veis f√≥sseis utilizados nas v√°rias fases de produ√ß√£o, desde o transporte aos tractores. Mas, h√° v√°rias solu√ß√Ķes que est√£o a ser implementadas para minimizar este impacto: enrelvamento, rega de precis√£o (ou aus√™ncia de rega) para conservar o solo e a √°gua, redu√ß√£o do peso da g...
Confer√™ncia aborda resposta da vinha √†s altera√ß√Ķes clim√°ticas extremas
clima, conferência, sustentabilidade

Confer√™ncia aborda resposta da vinha √†s altera√ß√Ķes clim√°ticas extremas

As altera√ß√Ķes clim√°ticas conduzem a mudan√ßas na frequ√™ncia, intensidade, dura√ß√£o e tempo dos eventos clim√°ticos extremos (ECE). Estas s√£o as palavras do IPCC. Por si s√≥, estes ECE n√£o explicam o aquecimento global, mas √© um facto que as altera√ß√Ķes clim√°ticas os exponenciam. A realidade √© um reflexo disso mesmo e da atual crise clim√°tica: A √Āfrica do Sul enfrentou, h√° poucos anos, um per√≠odo de escassez de √°gua extrema, na regi√£o do Cabo Ocidental. Em 2017 os Picos de Urb√≠on, o local onde nasce o Rio Douro, secou. Este ano, na Alemanha, a colheita de¬†Ice Wine¬†falhou pela primeira vez devido a um inverno quente. H√° um ano atr√°s, a Austr√°lia estava em chamas, com uma perda sem precedentes e irrepar√°vel para os seus ecossistemas, vidas e neg√≥cios. Neste momento, a Calif√≥rnia, O...
Climate Talk debate “As novas gera√ß√Ķes do vinho”
ambiente, clima, sustentabilidade

Climate Talk debate “As novas gera√ß√Ķes do vinho”

A Climate Talk by Porto Protocol desta semana reunir√° as gera√ß√Ķes mais jovens de tr√™s fam√≠lias do vinho de v√°rios pa√≠ses. Haley, Franz e Rob abra√ßaram a paix√£o e o neg√≥cio dos seus antecessores e v√£o partilhar o que est√£o a trazer para o neg√≥cio, como representantes de uma nova gera√ß√£o e de uma nova mentalidade, na d√©cada em que agir em prol do clima se tornou uma quest√£o de sobreviv√™ncia. Climate Talk by Porto Protocol Rob Symington¬†√© membro da 5¬™ gera√ß√£o da fam√≠lia produtora de vinho do Porto e √© director de sustentabilidade, entre outras responsabilidades. Em 2019, Rob liderou a equipe que alcan√ßou o status B Corporation para a Symington, tornando-a a primeira empresa de vinho em Portugal a dar esse passo e a comprometer-se com os mais altos padr√Ķes de pr√°ticas comercia...
Quinta Vale D. Maria contribui para reten√ß√£o de 6,5 toneladas de CO‚āā
ambiente, clima, sustentabilidade

Quinta Vale D. Maria contribui para reten√ß√£o de 6,5 toneladas de CO‚āā

Numa altura em que a neutralidade carb√≥nica se apresenta como um dos desafios da sociedade para garantir a preserva√ß√£o do Planeta Terra, a marca Quinta Vale D. Maria desenvolve uma atividade com impacto positivo na regula√ß√£o do clima, tendo contribu√≠do, em 2019, com a reten√ß√£o de 6,5 toneladas de CO‚āā, atrav√©s da utiliza√ß√£o de rolhas de corti√ßa natural. Estes resultados decorrem de estudos sobre a reten√ß√£o de CO‚āā, desenvolvidos pelas consultoras PricewaterhouseCoopers e Ernst & Young, no √Ęmbito do projeto de sustentabilidade da Corticeira Amorim. Quinta Vale D. Maria - imagem em https://www.facebook.com/QuintaValeDonaMaria/ Al√©m do seu contributo para a pegada de carbono, atrav√©s da utiliza√ß√£o de rolhas de corti√ßa natural, a Quinta Vale D. Maria, no Cima Corgo, adotou um conj...