Terça-feira, Fevereiro 7
Shadow

Rio de Prata – Um novo espaço à beira-rio com os melhores sabores da cozinha portuguesa

Localizado em Lisboa, mais precisamente, nos jardins de Braço de Prata, o Rio de Prata abriu em novembro deste ano, à beira-rio. Com uma cozinha marcada pelos sabores portugueses, este restaurante lisboeta – o primeiro a ser inaugurado no complexo Prata Riverside Village -, privilegia o cuidado pelo produto, o atendimento personalizado a cada cliente e ainda a preocupação com os detalhes que fazem deste um espaço convidativo e harmonioso.

Rio de Prata - Um novo espaço à beira-rio com os melhores sabores da cozinha portuguesa
Rio de Prata – Um novo espaço à beira-rio com os melhores sabores da cozinha portuguesa

Aberto de quarta-feira a domingo, este espaço nasceu pelas mãos de Bernardo Ventura, o proprietário, um jovem empreendedor que resolveu largar a carreira de piloto comercial para se dedicar inteiramente à área da gastronomia, depois de já ter colaborado com um projeto de restauração, tendo ficado a cargo da decoração do mesmo. Mais tarde, e depois da experiência que adquiriu neste, e noutros projetos, tomou a decisão de criar o seu próprio negócio neste setor. Surgiu a oportunidade de abrir um espaço nos jardins de Braço de Prata, uma zona da cidade de Lisboa que foi remodelada e que se encontra atualmente em crescimento – e também onde não existe (ainda) muita oferta de restauração – e foi assim que nasceu o Rio de Prata.

Rio de Prata - equipa
Rio de Prata – equipa

“Esta zona de Lisboa é muito agradável e tem cada vez mais movimento. Um dia, o meu pai, que trabalha aqui perto, viu este espaço disponível e eu fiquei logo interessado. Algum tempo depois, o Rio de Prata começou a ser desenhado e contruído, com o intuito de ser um restaurante versátil, adequado a todas as faixas etárias, e onde a qualidade do produto e o atendimento ao cliente são as peças-chave”, conta Bernardo Ventura, proprietário e criador do projeto.

Rio de Prata
Rio de Prata

A decoração do Rio de Prata – composto por duas salas, um balcão e uma esplanada – é da autoria do proprietário, que selecionou materiais como a madeira ou o aço corten, inspirados na zona industrial envolvente, e em elementos como o pontão em frente ao restaurante, para decorar os diferentes espaços. O projeto de decoração, inspirado também no rio – que deu nome ao restaurante – foi pensado “de fora para dentro”, e é marcado pelos tons terra e por apontamentos verdes naturais. Bernardo Ventura fez questão de destacar a luz natural e a – maravilhosa – vista para o Tejo, de maneira a criar um local agradável, onde apetece sempre regressar. Das salas de refeição às casas de banho (muito originais), passando pelas mesas ou pela garrafeira, todos os detalhes foram idelizados com o máximo rigor. No espaço, destaca-se uma escultura prateada, criada pelo artista Valentim Quaresma, e que simboliza um rio, em prata, e confere harmonia e originalidade ao ambiente, como uma espécie de fio condutor entre o rio Tejo e o Rio de Prata.

A identidade gráfica do restaurante foi desenvolvida com base nesta escultura, que transmite os elementos mais fortes do ADN do projeto: os produtos da terra e do campo representados pelo círculo em aço corten e os produtos do mar espelhados no apontamento em prata.

Rio de Prata - sugestão
Rio de Prata – sugestão

Ao leme da cozinha do Rio de Prata – aberta para a sala -, está a chef Carla Sousa, que já passou por locais como o restaurante Sítio, do Valverde Hotel, o Darwin’s, na Fundação Champalimaud, ou o restaurante Flores, no Bairro Alto Hotel. Acompanhada pelo sous chef Rui Santos, a chef com raízes cabo-verdianas, apresenta propostas gastronómicas tipicamente nacionais, confecionadas com ingredientes frescos e sazonais.

Rio de Prata - sugestão
Rio de Prata – sugestão

A carta, desenvolvida tanto pela chef Carla Sousa, como pelo proprietário do projeto, Bernardo Ventura, oferece opções para partilhar, tal como o Croquete de alheira e compota de pimentos (8€) e o Carpaccio de novilho (11€), e vários pratos de peixe e de carne – como o Bacalhau à chef (17€), uma receita que é renovada todas as semanas com novas propostas da chef, ou o Entrecosto caramelizado (18,5€). A par destas propostas, a carta contempla ainda apetecíveis sobremesas, como o Mil-folhas de pistachio e sorbet (8,5€) ou a Tarte de queijo e telha de medronho (6,5€), que acompanham na perfeição a vista rio deste espaço envidraçado. Composta por uma grande variedade de pratos, a ementa do Rio de Prata inclui também opções vegetarianas, como a Tempura de legumes da horta (8€) ou o Creme de espargos brancos e amêndoa torrada (6€).

Rio de Prata - sugestão
Rio de Prata – sugestão

“A carta do Rio de Prata engloba propostas para todos os paladares. Trabalhamos diariamente com os produtos mais frescos para criar pratos deliciosos e com o máximo de qualidade. A nossa inspiração para as criações apresentadas no restaurante é a gastronomia portuguesa, que é extremamente rica e autêntica.”, afirma a chef ao leme do Rio de Prata, Carla Sousa.

Este restaurante é também o local ideal para almoços ou jantares de grupo, disponibilizando dois menus perfeitos para juntar a família e os amigos à mesa: o menu “Prata” (35€ por pessoa) e o menu “Rio” (29€ por pessoa). Estes menus de grupo têm de ser reservados com antecedência e incluem um menu infantil, para crianças até aos 12 anos, com um valor de 15€.

Para acompanhar as propostas gastronómicas, o Rio de Prata oferece uma carta de cocktails e diversas referências de vinhos, de várias regiões do país, expostas numa garrafeira em vidro, à vista de todos.

O Rio de Prata é um espaço versátil, com um ambiente descontraído e despretensioso, ideal para uma refeição em família, um aniversário com amigos, um cocktail ao pôr-do-sol com colegas de trabalho ou para um momento mais romântico. A qualidade dos produtos e do serviço, a atenção ao detalhe, o respeito pelos ingredientes, assim como a união da nossa equipa, a tranquilidade transmitida pelo espaço e o conforto na refeição são os elementos diferenciadores e os pilares fundamentais deste projeto, que convida a uma experiência gastronómica única, que promete despertar os sentidos, uma experiência que convidamos a virem conhecer. – reforça Bernardo Ventura.

LEIA TAMBÉM:  Periquita Reserva 2021 - Um herdeiro da tradição para brindar ao amor

A partir de janeiro do próximo ano, os clientes terão mais duas boas razões para visitar o Rio de Prata, uma vez que a chef deste novo restaurante dos jardins de Braço de Prata irá preparar dois pratos tradicionais (e deliciosos) – cabrito e arroz de cabidela – disponíveis todos os fins de semana, de forma alternada. Em janeiro, estarão disponíveis estes dois pratos, mas, posteriormente, o Rio de Prata poderá servir outras especialidades portuguesas para desfrutar com a família à mesa.

BOAS FESTAS COM O RIO DE PRATA 

NATAL

O novo restaurante dos jardins de Braço de Prata – encerrado a 24 de dezembro – terá deliciosas iguarias típicas para festejar a quadra natalícia a rigor. Até ao dia 6 de janeiro, é possível encomendar doces tradicionais como fatias douradas (2€/unidade), azevias (2€/unidade) ou bolo rei (23€/kg). A par disto, poderão ainda ser encomendados no Rio de Prata os pratos para a ceia de Natal, nomeadamente Bacalhau com broa, couve e esmagada de batata trufada (46€ – dose 4 pessoas ou 90€ – dose 8 pessoas) e Meio cabrito assado no forno a lenha com arroz de forno e enchidos (95€). Estes valores incluem ainda para sobremesa, aletria, mousse de chocolate ou arroz doce. À exceção do cabrito, que terá de ser pedido até 17 de dezembro, as encomendas devem ser realizadas até 21 de dezembro. Os pedidos serão entregues entre 23 de dezembro e as 15h00 do dia 24 de dezembro.

PASSAGEM DE ANO

O Rio de Prata preparou também um menu especial para brindar ao novo ano novo. A proposta da chef Carla Sousa para começar 2023 da melhor forma, o Menu Réveillon, tem um valor de 150€ por pessoa, e inclui couvert (azeite, patê de enchidos regionais, focaccia e grissinis caseiros), amuse-bouche (empada de perdiz e chantilly de cogumelos selvagens), uma entrada (canja de lavagante e ovo perfeito), um prato de peixe (Tempura de cação, açorda desconstruída e bivalves) e outro de carne (Lombo de veado, pedras de foie-gras, ervilhas molho de figos) e uma sobremesa irresistível (Merengue de chocolate à Prata). Para finalizar, os clientes podem desfrutar de um “Miminho da Chef”, acompanhado de café ou chá. O valor inclui ainda vinho tinto, branco e rosé durante a refeição, e o imprescindível espumante e as passas para dar as boas vindas ao Ano Novo. O jantar de fim de ano tem vagas limitadas e a reserva é efetuada mediante pré-pagamento.

ANO NOVO

Para além do menu especial para o jantar de dia 31 de dezembro, o Rio de Prata desenhou ainda duas propostas para o almoço e para o jantar do primeiro dia de 2023. Os clientes podem optar pelo Menu sugestão da chef (38€ por pessoa) para duas pessoas, que inclui pratos como Arroz de tamboril e camarão ou Cabrito assado com arroz de forno e batata corada, ou pelo serviço à carta, com sugestões para este dia, como o Tornedó de novilho ou o Atum braseado com xérem e berbigão. Para este dia é também aconselhada a reserva antecipada.

Sobre a chef Carla Sousa – https://www.instagram.com/chefcarlasousa/

Com raízes cabo-verdianas, Carla Sousa apaixonou-se pelo universo da gastronomia durante a infância, ao ver a mãe e o pai a cozinhar para a família. Natural de Lisboa, estudou na Escola de Hotelaria da Pontinha e, depois do período de formação, passou por diversos projetos na área da restauração, nomeamente a cervejeira Lusitana, os hotéis Penha Longa, o Bairro Alto Hotel – onde conheceu o que considera como seu mentor, o chef Henrique Sá Pessoa – e o Darwin’s, na Fundação Champalimaund. Antes de integrar o projeto Rio de Prata, esteve à frente da cozinha do restaurante Sítio, do Valverde Hotel (Relais & Châteaux), para o qual idealizou todo o conceito gastronómico. Durante o seu percurso no Sítio, que começou no ano de 2014, foi premiada com 2 garfos de ouro – concurso “Lisboa à Prova” (2016 a 2021) – e na categoria “Best Global Cuisine” – World Luxury Restaurant Awards (2016 e 2018). Atualmente ao leme da cozinha do projeto de Bernardo Ventura, a chef priveligia a simplicidade, riqueza e autenticidade da cozinha tracional portuguesa, criando pratos equilibrados e cheios de sabor.

Mais informações:
Horários:

Aberto de quarta-feira a domingo:

Quarta a sexta-feira das 12h30 às 15h00 e das 18h30 às 23h00 (sexta-feira encerra à 00h00)

Sábado das 12h30 às 00h00 / Domingo das 12h30 às 17h00 (regime de almoço prolongado)

Encerra segunda-feira e terça-feira

Preço médio: 30/35 euros

Morada:
Rua F aos Jardins Braço de Prata

Lote 8 Bloco D Loja 6

Lisboa, 1950-132

Capacidade:
Sala 1 – 27 lugares

Sala 2 – 30 lugares

Balcão – 8 lugares

Esplanada – 30 lugares

Contacto telefónico: 218 681 080
Online: https://www.instagram.com/riodeprata.pt/