Terça-feira, Outubro 4Bem vindo(a) #winelover 😀

Izakaya – Irmão rebelde do Kappo abre portas em Cascais

Abriu finalmente o Izakaya, restaurante japonês inspirado nas tascas descontraídas e onde se promove a interação entre clientes e com a equipa de cozinha, a cargo do chef Tiago Penão, que acumula agora a direção deste espaço a par do restaurante Kappo, o japonês mais purista, também em Cascais.

O Izakaya é o primeiro conceito nacional de excelência ao verdadeiro estilo izakaya (tascas típicas que fazem parte do dia-a-dia dos japoneses).

Izakaya - Irmão rebelde do Kappo abre portas em Cascais
Izakaya – Irmão rebelde do Kappo abre portas em Cascais

Este novo espaço oferece um ambiente descontraído, urbano e sofisticado, que convida a ficar, não apenas para almoçar ou jantar, mas também para beber e conviver, sem horas marcadas.  Na cozinha, o chef executivo Tiago Penão, Isaac Jorge (chef e irmão), e Jethzay dos Santos (sous chef), fundem gastronomia e cultura, inspirados em rituais japoneses onde se destacam o sabor e rigor.

Destacando os produtos locais e sazonais, recriam pratos icónicos nos izakayas japoneses, refletindo a sensibilidade e elegância tal como a irreverência harmoniosa que caracteriza a cozinha deste jovem chef que “dá cartas” com o segundo projeto em nome próprio depois da abertura no ano passado do Kappo, um restaurante focado numa experiência japonesa mais purista e elevada, localizado também em Cascais.

É possível optar pelo menu omakase (que significa, em japonês, “ficar nas mãos do chef”) a partir de 65€ (sem wine-pairing), ou pedir à carta, que apresenta uma grande diversidade de pratos e petiscos tradicionais: unaju (a famosa enguia de água doce), aos essenciais yakitoris (espetadas de várias partes do frango), passando pelo yaki ika (a lula grelhada), terminando por exemplo, com o kakigori (sobremesa feita com gelo raspado finalizada com xarope), popular no Japão nos meses de verão.

Este espaço apresenta várias opções de saké, seja a copo ou a garrafa, os típicos cocktails dos izakaya – Chuhai (feito com aguardente japonesa) e o High Ball (feito com whiskey) e outras opções de clássicos reinventadas pela equipa como é o caso da Kimchi Margarita e Tokyo Mule entre outras opções. Há ainda uma cerveja de arroz artesanal e marcas japonesas como a Kirin e ainda uma cuidada seleção de vinhos portugueses.

O espaço, servirá almoços e jantares, de terça a sábado. O projeto arquitetónico, a cargo do arquiteto Diogo Esteves, junta néons e combina metais e outros materiais de forma a transportar o cliente para o outro lado do mundo, num Japão tradicional frequentado pelos locais. Sem formalismos e com um serviço acolhedor, apresenta apenas um balcão de 17 lugares, cujo objetivo passa por diminuir a distância entre cozinha e cliente.

LEIA TAMBÉM:  Steakhouse 1828 lança menu com as “melhores carnes do mundo”

Esta escolha reflete o foco em criar uma envolvência de quem os visita com a equipa, cool e de sorriso na cara, com t-shirts e bonés com ilustrações manga, tal como nos menus, numa onda street style onde figura o Maneki Neko (o típico gato japonês associado à sorte) trabalho de design elaborado por Tiago Baptista.

Tiago Penão
Tiago Penão

“O Izakaya vem consolidar o meu sonho de criar um restaurante japonês com um balcão que permite um contacto próximo entre equipa e cliente, e onde se encontra uma cozinha e produto de excelência com que me identifico. Aqui mostramos que a cozinha e tradições japonesas vão muito além do sushi. O Izakaya combina qualidade e serviço, irreverência e harmonia, e uma vontade de criar projetos diferenciadores e sofisticados onde quem nos visita se sente sempre confortável. O Izakaya, tal como o Kappo, são dois projetos à minha imagem e da minha equipa, onde a excelência da gastronomia impera, em simbiose com uma oferta gastronómica diferenciadora e imperdível”. 

chef executivo Tiago Penão

O Izakaya vai ser o novo ponto de encontro obrigatório em Cascais, que cruza propostas de cocktails com pratos que honram o verdadeiro estilo izakaya.

Sem reservas, nem etiquetas”, o conceito é feito para sentar, interagir, ouvir boa música, beber e experimentar as propostas gastronómicas da cozinha nipónica.