Quinta-feira, Dezembro 8
Shadow

Quinta da Pacheca com novas colheitas de alguns dos vinhos mais emblemáticos

Quinta da Pacheca apresenta ao mercado as novas colheitas de alguns dos vinhos mais emblemáticos do seu portefólio.

Os vinhos assinados pela enóloga Maria Serpa Pimentel, coadjuvada por João Sousa e Silva, fazem jus à fama que o produtor com sede em Lamego ostenta há muitos anos, de apresentar elegância e frescura nas suas referências.

Há uma aposta recente nos monocastas e nos topos de gama de Denominação de Origem Controlada, que proporcionam a colocação no mercado de vinhos para todos os momentos de consumo e adaptados aos palatos mais exigentes.

Do campo de ensaios de enologia da Quinta da Pacheca tem saído muita inovação, como a Pacheca Private Collection, que agrega um conjunto de vinhos de edições muito limitadas e com personalidade marcante, produzidos com as melhores uvas e em condições vínicas e enológicas únicas. A série surge para explanar toda a diversidade que a região do Douro proporciona.

Quinta da Pacheca integra neste momento o Grupo Terras e Terroirque é proprietário de outra quinta no Douro, a Quinta do Barrilário, da Caminhos Cruzados, no Dão, e da Quinta do Ortigão, na Bairrada.

OS VINHOS

Pacheca Vale Abraão 2018

Touriga Francesa e Touriga Nacional, na mesma proporção, estão na génese deste vinho. É um topo de gama da empresa e a colheita de 2018, com uvas colhidas na Quinta do Vale Abraão, no Vale do Rio Pinhão e no Vale da Vilariça, tem um aroma elegante, com notas florais de violeta e de flor de laranjeira. Sobressai, também, um toque especiado conferido pela madeira. Taninos sólidos, notas de chocolate e um final longo e persistente. A fermentação deu-se por sete dias em lagar de granito, com pisa a pé e remontagens. PVP: 94 euros

Pacheca Touriga Francesa Grande Reserva Tinto 2019

Segunda edição de um monocasta de eleição. As uvas provêm de vinhas com mais de 25 anos para dar origem a um vinho intenso e complexo, com notas de fruta preta (como amoras e mirtilos), bem casadas com a madeira. Na boca é denso e mostra uma grande capacidade de envelhecimento em garrafa. Tem nos pratos de carnes vermelhas, de caça e com cogumelos, a companhia perfeita. PVP: 33,50 euros

Pacheca Tinta Roriz Grande Reserva Tinto 2018

As uvas (100% Tinta Roriz) provêm de parcelas a 200 e 350 metros de altitude, no Douro Superior e Cima Corgo, e foram vinificadas em lagar de granito com pisa a pé. O estágio é feito em tonel de madeira de 7000 litros, de carvalho francês, durante 18 meses. Trata-se de um vinho com uma muito grande intensidade aromática a fruta vermelha e preta, esteva e especiarias. Apresenta-se surpreendentemente fresco, com muita estrutura e comprimento de boca. Os taninos notam-se bem polidos, providenciando um final longo. Este vinho envelhece muito bem e, como tal, exibe um grande potencial de guarda. PVP: 33,50 euros

LEIA TAMBÉM:  Na Poças os presentes mais inovadores estão dentro da caixa

Pacheca Grande Reserva Branco 2020

Promete o mesmo sucesso dos seus congéneres anteriores. Viosinho, Rabigato e Arinto, castas colhidas em parcelas situadas a mais de 500 metros de altitude, estão na composição deste vinho amarelo-dourado, que tem aromas cítricos envoltos por notas tostadas de madeira. Mineral, de frescura invulgar, conferida pela elevada acidez, tem um elevadíssimo potencial gastronómico. PVP: 33,50 euros

Pacheca Reserva Rosé Touriga Nacional 2020

Um vinho que se faz exclusivamente de Touriga Nacional. É bastante aromático, com notas de fruta vermelha, e na boca mostra-se intenso e com boa acidez, sendo muito fresco e persistente. À mesa, é boa companhia para saladas compostas, ou peixes grelhados/fumados, como a truta e o salmão. PVP: 24, 50

Pacheca Reserva Vinhas Velhas 2019

As vinhas mais antigas da propriedade fornecem um conjunto de diferentes castas que compõem este vinho, muito complexo e concentrado. No copo apresenta-se com uma cor rubi com tons de violeta e na boca é equilibrado, com taninos presentes e madeira bem integrada. Um vinho com grande intensidade aromática, notas de chocolate e fruta preta, ótimo para acompanhar pratos de carne da comida tradicional portuguesa. PVP: 17,50 euros

Pacheca Superior Branco 2020

Um vinho de mesa polivalente e muito bem recebido pela crítica e pelos consumidores. É delicado, com notas de ananás e lichia e a tosta de madeira bem integrada. Muito equilibrado, com a acidez bem presente, o que lhe confere muita mineralidade. Peixes grelhados e estufados, mas também queijos, fazem uma harmonização perfeita. PVP: 12,95 euros