Lançamentos vinhos vinhos verdes

Gama Monólogo – A expressão autêntica das castas Avesso, Arinto, Chardonnay e Sauvignon Blanc

A A&D Wines, produtor de Vinhos Verdes da sub-região de Baião, acaba de lançar a colheita 2021 da sua gama de vinhos Monólogo. Esta gama, produzida exclusivamente a partir de vinhas em modo de produção certificada biológica, é a expressão autêntica das castas brancas Avesso, Arinto, Chardonnay e Sauvignon Blanc.

A gama Monólogo é composta por quatro vinhos monovarietais provenientes de uma parcela única. O Monólogo Avesso e o Monólogo Arinto têm origem na Quinta de Santa Teresa, enquanto o Monólogo Chardonnay e o Monólogo Sauvignon Blanc têm produções mais pequenas e são oriundos da Quinta dos Espinhosos.

O Monólogo Avesso 2021, feito a partir da casta nativa desta região, é um vinho com caráter, que se revela fino na boca, acompanhado por uma acidez agradável e bem integrada. De perfil cítrico e vegetal, apresenta no nariz notas de limão, tangerina e frutas de caroço, nomeadamente alperce. No palato mostra-se equilibrado e fresco, com excelente acidez complementada por uma sensação cítrica e mineral. A fruta bem presente, ainda que delicada, completa este conjunto leve, mas estruturado.

O Monólogo Arinto 2021 é um vinho com boa estrutura, aromas delicados e acidez bem integrada. No nariz, revela notas de tomilho, lima e flor de laranjeira. Na boca apresenta bom volume conjugado com uma acidez viva, que se mantém do início ao fim da prova, conferindo estrutura e precisão ao conjunto.

O Monólogo Chardonnay 2021 tem um perfil complexo e elegante. Muito fresco no aroma, sobressaem notas vegetais como erva-doce e fisálias. Na boca evidencia fruta verde, pera-rocha e pedra molhada, num conjunto pleno de frescura e vivacidade, a acidez conferindo ao vinho comprimento de boca.

Já o Monólogo Sauvignon Blanc 2021 tem um perfil requintado, que revela frescura e um aroma complexo. Exuberante no nariz, evidencia uma vertente vegetal com notas de espargos, ervas frescas e pimento verde. Na boca, a acidez empresta verticalidade ao bom volume de boca num conjunto bem expressivo e refrescante.

O objectivo dos Monólogo é transmitir, a cada ano, a expressão individual de cada uma destas castas. Nesse sentido, são promovidas as condições para que cada vinho surja autêntico, fiel à casta e à sub-região de Baião.

As vinhas que dão origem aos Monólogo são trabalhadas de forma preventiva e cuidada, em modo biológico. Os mostos são vinificados em cubas de inox, com fermentações espontâneas, almejando a pureza da fruta, frescura e a identidade da casta.

Quanto à colheita de 2021, esta revelou-se de boa qualidade para os vinhos brancos de Baião. Na Primavera e até em junho choveu suficientemente para que as reservas hídricas ficassem bem abastecidas. O calor arrancou a partir de julho e prolongou-se por agosto, acelerando as maturações. Apesar de algumas chuvas indesejáveis, sobretudo no início de setembro, a vindima de 2021 correu bem.

O planeamento foi mais eficaz e permitiu um alinhamento perfeito entre a data da vindima de cada parcela e o estágio de maturação ideal. Tal permitiu focar os vinhos num perfil equilibrado com acidez natural mais expressiva e graduação alcóolica ligeiramente menor, ficando pela primeira vez todas as quatro referências da gama Monólogo rotuladas com 12,5% de volume de álcool.

Monólogo Avesso, 2021- 75 Cl – P.V.P. Recomendado com IVA 8,00€

Monólogo Arinto, 2021- 75 Cl – P.V.P. Recomendado com IVA 8,00€

Monólogo Chardonnay, 2021- 75 Cl – P.V.P. Recomendado com IVA 8,00€

Monólogo Sauvignon Blanc, 2021 – 75 Cl – P.V.P. Recomendado com IVA 8,00€