distinção Eventos prémios

Saiba quem são os Melhores do Ano em vinhos e gastronomia

Referências e novos protagonistas do vinho e da gastronomia, premiados pela publicação especializada de referência do setor.

Tornaram-se conhecidos como os “óscares do vinho e da gastronomia” em Portugal e acabam de conhecer a 25ª edição. “Os Melhores do Ano” pela Revista de Vinhos premiaram um conjunto de personalidades e projetos, numa noite que também prestou homenagem a José Roquette, o mentor do Esporão, projeto que contribuiu para a revolução dos vinhos do Alentejo e que se prepara para celebrar 50 anos.

Ovacionado de pé, recebeu em mãos o “Prémio Homenagem”.

José Roquette
José Roquette

António Ventura, a celebrar 40 anos de enologia, emocionou-se ao perceber a eleição como “Personalidade do Ano no Vinho”.

António Ventura
António Ventura

O espumante Nossa Solera Desde 2001 Extra Bruto, elaborado na Bairrada por Filipa Pato e William Wouters, foi considerado “Vinho do Ano”, tendo a Quinta do Monte d´Oiro, da família Bento dos Santos, em Alenquer, região demarcada de Lisboa, sido eleita “Produtor do Ano”.

Filipa Pato e William Wouters
Filipa Pato e William Wouters
Francisco Bento dos Santos
Francisco Bento dos Santos

Outra empresa familiar, a Vieira de Sousa, que possui uma invejável coleção de Portos antigos, venceu na categoria “Produtor de Vinhos Fortificados do Ano”.

Luisa Borges - Vieira de Sousa
Luisa Borges – Vieira de Sousa

A alentejana Herdade Aldeia de Cima, na Vidigueira, projeto pessoal de Luísa Amorim e Francisco Rêgo, ganhou a distinção “Produtor Revelação do Ano”.

Luísa Amorim e Mafalda Guedes
Luísa Amorim e Mafalda Guedes

Famosa pelos espumantes que elabora em Távora-Varosa, a Murganheira foi considerada “Empresa do Ano”, enquanto o blockbuster Cabeça de Toiro, vinho do Tejo, conquistou o estatuto “Marca do Ano”.

Nuno Mira do Ó, autor dos Druida e consultor em diferentes produtores, obteve a distinção “Enólogo do Ano”, enquanto Anna Jorgensen, que está a revolucionar os vinhos da herdade da família no Alentejo, Cortes de Cima, mereceu o reconhecimento “Enólogo Revelação do Ano”.

Nuno Mira do Ó
Nuno Mira do Ó

Ricardo Rodrigues, sommelier do duas estrelas Michelin The Ocean, restaurante do hotel algarvio Vila Vita Parc, foi considerado “Sommelier/Wine Director do Ano”.

Garrafeira Imperial, em Lisboa, venceu na categoria “Loja/Garrafeira do Ano”. O Vinho do Porto tónico em lata Offley Porto Clink ganhou o título “Inovação/Investigação do Ano”, e a Garcias foi premiada “Distribuidor do Ano”.

Filipa Garcia
Filipa Garcia

O prémio “Enoturismo do Ano” foi atribuído à Quinta da Pacheca, no Douro, e o “Destino Gastronómico do Ano”, pela diversidade e qualidade da oferta da restauração, é Ponte de Lima.

Brasil, Açores e Madeira

Miguel Guedes de Sousa, que gere com Paula Amorim o Amorim Luxury Group, foi eleito “Personalidade do Ano na Gastronomia”, pela visão e ousadia em espaços de restauração como os lisboetas JNcQuoi Avenida e JNcQuoi Ásia.

Miguel Guedes de Sousa
Miguel Guedes de Sousa

O portuense Vila Foz, recentemente galardoado com estrela Michelin, onde pontifica o chefe de cozinha Arnaldo Azevedo, obteve a distinção “Restaurante do Ano”, enquanto o restaurante Il Gallo d´Oro, do hotel Porto Bay, no Funchal, conquistou a distinção “Serviço de Vinhos do Ano”.

Alexandre Silva, do estrela Michelin Loco e de O Fogo, em Lisboa, foi considerado “Chefe de Cozinha do Ano”, enquanto Tiago Penão, do asiático Kappo, em Cascais, mereceu o sublinhado de “Chefe Revelação do Ano”.

Alexandre Silva
Alexandre Silva
Tiago Penão
Tiago Penão

A UNIQUEIJO – União de Cooperativas Agrícola da Ilha de São Jorge, nos Açores, foi eleita “Produtor Artesanal no Ano” pela elaboração do Queijo DOP São Jorge.

A exemplo de momentos anteriores, a Revista de Vinhos elegeu ainda a “Personalidade do Ano no Brasil”, tendo desta vez enaltecido o percurso de Adolar Hermann, mentor da importadora Decanter Vinhos Finos.

Os prémios da Revista de Vinhos são um elogio ao melhor que o setor tem: as pessoas e os projetos que nos fazem ir mais além, enquanto país”, começou por referir Nuno Guedes Vaz Pires, diretor da Revista de Vinhos.

Nuno Guedes Vaz Pires
Nuno Guedes Vaz Pires

Não o teríamos conseguido se tivéssemos optado por ficar dentro de portas ou se praticássemos um jornalismo de secretária. Pelos nossos próprios meios, percorremos todas as regiões do país, do Minho ao Algarve, da Madeira aos Açores. E viajamos pelo mundo, porque o nosso entendimento do vinho e do setor será sempre mundividente, do Brasil ao Chile, de Espanha a Itália, da França ao Uruguai”, referiu na intervenção que realizou, onde também anunciou novos projetos, incluindo a realização de um grande evento sobre enoturismo, a “Wine & Travel Week”, em fevereiro de 2023, de matriz internacional e pontos de contacto ao Essência do Vinho – Porto.

Na sequência dos condicionalismos que ainda enfrentamos, a cerimónia de anúncio e entrega de prémios foi presencial embora mais limitada, tendo somente incluído a presença dos vencedores dos prémios, de convidados institucionais e dos parceiros do evento.

Emitida quinta-feira à noite nas páginas das redes sociais e no canal YouTube da Revista de Vinhos, a cerimónia “Os Melhores do Ano” da Revista de Vinhos foi realizada no hotel Crowne Plaza, na cidade do Porto, tendo sido apresentada por Maria Cerqueira Gomes e José João Santos.

Para lá dos vencedores já elencados foram ainda dados a conhecer os “30 Vinhos Excelência” de Portugal eleitos pelo Painel de Provas da Revista de Vinhos, que avaliou mais de 3.000 vinhos durante o ano de 2021. Desse trabalho resultou outra novidade de “Os Melhores do Ano” pela Revista de Vinhos, o “TOP Boas Compras”, seleção de 10 vinhos que obtiveram o selo “Boa Compra”, de acordo com os seguintes critérios: pontuação mínima de 16 valores (numa escala de 0-20); preço máximo de 10€; produção mínima de 100.000 garrafas; ampla difusão em postos de venda e respetiva facilidade de aquisição, incluindo na grande distribuição.

O grande vencedor, que arrecadou o selo “Compra do Ano” foi o Vinha Grande 2019, tinto do Douro elaborado pela Sogrape Vinhos.

Todos os detalhes destes prémios, e não só, estão disponíveis na edição de fevereiro da Revista de Vinhos, entretanto disponível em banca e também em versão digital.