enologia notoriedade

David Baverstock termina o seu percurso no Esporão, 30 vindimas depois

30 incríveis anos, 30 inesquecíveis vindimas, vinhos que ficam para a história e muitas histórias para contar, construindo o reconhecimento e notoriedade do Esporão.

O enólogo David Baverstock termina o seu percurso no Esporão. Considerado uma referência na enologia em Portugal, tendo contribuído para a construção do reconhecimento e notoriedade do Esporão, do Alentejo e de Portugal, David deixa um legado de sucesso e inovação.

David Baverstock
David Baverstock

O David é uma parte importante da história do Esporão, mas também influenciou de forma profunda o quanto se passou em Portugal, no importante sector da economia que é a vitivinicultura, nos últimos 30 anos”, refere José Roquette, presidente do Esporão.

David Baverstock termina o seu percurso no Esporão, 30 vindimas depois
David Baverstock termina o seu percurso no Esporão, 30 vindimas depois

Para o Esporão, o contributo de David jamais será esquecido: “Foram 30 incríveis anos, 30 inesquecíveis vindimas, vinhos que ficam para a história e muitas histórias para contar, construindo o reconhecimento e notoriedade do Esporão, e um contributo único na (r)evolução dos vinhos portugueses desde os anos 90. Foi assim o ciclo, que agora termina, da passagem do David pelo Esporão. A sua visão, talento, inquietude e energia positiva marcaram todos os que tivemos o privilégio de partilhar com o David estes anos. A obra, a amizade, o carinho e a admiração ficarão para sempre. Continuaremos a pôr a fasquia mais alta, como o David sempre fez, neste novo ciclo na enologia da Herdade do Esporão, e desejamos ao David mais 30 anos de sucesso, sempre por perto e com a mesma alegria”, refere João Roquette, CEO do Esporão.

David Baverstock
David Baverstock

Sobre David Baverstock: Natural de Adelaide, no sul da Austrália, David Baverstock apaixonou-se por Portugal há 30 anos e é considerado um dos mais experientes e respeitados enólogos do nosso país. Prova disso foi a eleição como Enólogo do Ano pela Revista de Vinhos, em 1999 e mais recentemente, pela revista Wine, em 2013. O seu percurso em Portugal inclui passagens por várias quintas do Douro: Quinta da Rosa (1991-2002), Quinta do Crasto (1994-1999) e Quinta do Fojo (1996-2000), tendo ainda trabalhado para o grupo Syminton Porto (1985-1991).

Entre 1992 e 2019 liderou com todo o seu talento a equipa de enologia da Herdade do Esporão e em janeiro de 2020, continuando na direção de enologia, fica responsável pela cultura e educação vínica. O perfil e qualidade dos seus vinhos são fruto de décadas de experiência, competências técnicas, criatividade, e inovação, sendo um precursor da enologia moderna em Portugal. 

O seu trabalho na Herdade do Esporão e na Quinta dos Murças partiu de uma visão holística e focada na qualidade, dando especial atenção à investigação científica e empírica. Entre os métodos mais inovadores, destaca-se a aplicação de vinhas ampelográficas, a comparação de vinhos orgânicos e de viticultura integrada e a fermentação com leveduras seleccionadas e naturais. Em 2015 David Baverstock foi agraciado com o grau de Comendador da Ordem do Mérito Empresarial, na categoria de Mérito Agrícola.