Terça-feira, Fevereiro 7
Shadow

Chegou o primeiro azeite da Kranemann Wine Estates

São cerca de 3.500 oliveiras, que serpenteiam patamares e caminhos ao longo das encostas, no Vale do Távora. Depois da vinha, o olival assume-se como a mais importante cultura na Quinta do Convento de São Pedro das Águias. E a produção faz-se de modo tradicional, em respeito pela biodiversidade que caracteriza toda a propriedade.

São as azeitonas aqui colhidas que dão origem ao mais recente produto Kranemann Wine Estates, agora lançado no mercado.

Chegou o primeiro azeite da Kranemann Wine Estates
Chegou o primeiro azeite da Kranemann Wine Estates

Depois dos vinhos, um azeite que expressa toda a singularidade deste terroir, com a emblemática marca da casa: Quinta do Convento.

Por entre 47 hectares de vinha, e mais 100 hectares de floresta indígena mediterrânica, com carvalhos, sobreiros e castanheiros que evoluem de forma natural, em ambiente selvagem, impõem-se também as oliveiras, de diferentes variedades, muitas delas centenárias.

A colheita da azeitona é manual – o típico “varejo” – e o produto final alcançado reflete de forma muito genuína o olival diverso.

Quinta do Convento Azeite Extra Virgem
Quinta do Convento Azeite Extra Virgem

Este é um azeite muito característico, que espelha o património de olival existente na Quinta do Convento de São Pedro das Águias. A nossa intervenção é mínima; procuramos que seja um produto que honre e valorize a tradicional cultura do olival no Douro”, explica Susete Melo, diretora de viticultura e enologia da Kranemann Wine Estates.