Gastronomia Restaurante sugestão

O Terroir celebra o seu primeiro aniversário com um novo fôlego

Exatamente um ano após a abertura, este restaurante apresenta grandes novidades: uma nova sala, um novo chef e novos menus de degustação.

O restaurante Terroircresceu” e assume este ano uma postura diferente. Evoluiu de um balcão para um restaurante, com duas salas distintas interligadas, oferecendo agora uma experiência gastronómica com os seus novos menus de degustação e renovada carta de vinhos e bebidas, onde o cliente pode optar pelo ambiente que mais se adequa ao momento – um ambiente mais resguardado na sala ou uma envolvência mais gastronómica no balcão original.

Este projeto foi construído enquanto lugar de convívio para ir com amigos e família beber um copo e degustar sabores de Portugal com twist contemporâneo, num ambiente amigável e descontraído, e com um serviço de excelência.

Restaurante Terroir - sala
Restaurante Terroir – sala

Exatamente um ano depois da abertura, o Terroir permite desfrutar de uma experiência gastronómica de elevada qualidade e com serviço correspondente no já característico balcão da sala “original”, contactando diretamente com o chef, Tiago Rosa, e usufruindo de uma verdadeira viagem pela cozinha, ou na nova sala com mesas integradas num ambiente acolhedor e confortável, também com cozinha aberta, para uma noite mais intimista e/ou familiar.

O Terroir celebra o seu primeiro aniversário com um novo fôlego
O Terroir celebra o seu primeiro aniversário com um novo fôlego

O Terroir nasceu das nossas viagens, do que vivemos, do que provámos, mas também do espírito universal que a gastronomia tem. Um ano depois, crescemos e evoluímos, mas esta nossa essência mantém-se. A nossa cozinha consolidou-se enquanto oferta de qualidade na restauração nacional, e apresentamos agora esta mesma dedicação à gastronomia em dois formatos, onde o cliente pode escolher a envolvência que mais se adequa a cada situação enquanto desfruta dos novos menus, que também evoluíram. Tornámo-nos ainda mais inclusivos, com uma oferta gastronómica e serviço de grande qualidade, e que se adaptam tanto a momentos familiares e mais intimistas, como a viagens pela cozinha de autor no balcão.”, explica Erik Ibrahim, proprietário do projeto.

Com grande consideração pela produção nacional, todos os ingredientes são cuidadosamente selecionados e posteriormente confecionados a pensar em cada pessoa, em cada detalhe, de forma a oferecer a melhor experiência possível.

O Terroir - sugestão
O Terroir – sugestão

Para isso, o restaurante conta agora com o chef Tiago Rosa que, apesar dos seus 26 anos, apresenta um currículo de peso com passagem por vários restaurantes reconhecidos, e que abraçou este projeto para estabelecer a sua cozinha e identidade, onde trabalha com produtos portugueses e lhes atribui um toque diferenciador com a experiência e técnicas que foi adquirindo pelo mundo. 

O Terroir - sugestão
O Terroir – sugestão

A carta, que varia consoante as estações, vai apresentando regularmente novas criações do chef, e os elementos dos menus são mantidos “surpresa”, de forma a surpreender mais do que o palato à medida que a experiência se desenrola.

A carta de vinhos acompanhou igualmente o crescimento do projeto e cresceu substancialmente, contando hoje em dia com mais de 60 referências, onde as harmonizações surpreendentes enaltecem produtores nacionais.

O Terroir - vinhos
O Terroir – vinhos

A cozinha do Terroir mantém o seu foco no produto português e na sazonalidade. Queremos dar ao cliente as nossas versões do melhor que cada época oferece, com máximo respeito pelo ingrediente, enquanto incorporamos a nossa criatividade e visão do mundo.”, afirma Tiago Rosa, o novo chef do Terroir. “O perfil da cozinha cresceu com o espaço, os nossos menus de degustação contam com o melhor dos dois mundos: honrando sempre os ingredientes, moldamo-los à nossa essência com influências e técnicas contemporâneas.”, reforça o chef.

Aqui a partilha estende-se desde a equipa de chefs às mesas, e a ideia é conviver e conhecer a cozinha de autor enquanto se percorre um dos menus de degustação, de 5 (45€) ou 8 momentos (59€), com a opção de pairing de vinhos(25€ ou 40€, respetivamente), ou “construir” a própria refeição, com várias opções à carta. Outra grande novidade é a possibilidade de tornar ambos os menus vegan, igualmente de 5 ou 8 momentos, sem perder a essência da cozinha que aqui se apresenta, tornando-se um conceito especialmente inclusivo e apto para todas as famílias e momentos.

O Terroir - sugestão
O Terroir – sugestão

Num ambiente elegante e intimista, o Terroir oferece a possibilidade de usufruir, ao jantar, de uma proposta gastronómica original com origens nacionais e inspirações mundiais, combinada com especiais opções vínicas ou cocktails, naquela que é uma noite pensada para ir ao encontro do desejo de cada cliente.

Este espaço abre as suas (novas) portas a uma experiência que se quer inesquecível, repetível, e que seja, ao mesmo tempo, uma aprendizagem enriquecedora, consolidando assim o seu objetivo de democratizar o acesso a excelentes experiências gastronómicas, sem preços proibitivos e que permitam aos clientes desfrutar de cozinha de autor sempre que desejarem.

Chef Tiago Rosa

Original de Benavente, começou por estagiar com renomados chefs como Dieter Koschina, no Villa Joya** e Hans Neurner, no Ocean**. Decidiu mudar-se para capital e continuou o seu caminho em restaurantes de excelência, tendo trabalhado três anos com o chef Joachim Koerper no Eleven*, e outros três com Miguel Rocha Vieira e Gil Fernandes, como sub-chef no Fortaleza do Guincho*.

Apaixonado por desafios e novas experiências, rumou ao Norð Austur, caracterizado pela sua cozinha de autor e foco em ingredientes locais, e considerado o melhor restaurante de sushi da Islândia. Voltou a Portugal para o Belcanto** por um breve período, e seguiu novamente para o estrangeiro para aceitar um novo desafio, integrar a equipa do Pure C**, na Holanda.

Com a mudança do chef anterior para terras algarvias, este convidou-o a assumir a liderança da cozinha do Terroir e voltar à sua terra natal, onde desenvolve um trabalho muito criativo e com grande ligação ao cliente, baseado em produtos nacionais com abordagens e técnicas do mundo.