Adega mercado posicionamento

Sociedade Vinícola de Palmela aposta nos mercados internacionais e reposiciona o portefólio

Sociedade Vinícola de Palmela quer conquistar lugar de referência, no mercado nacional e além-fronteiras, e oferecer qualidade superior, tanto ao nível dos moscatéis, como nos brancos e tintos.

O ano de 2021 está repleto de novidades para a Sociedade Vinícola de Palmela. Após a nova identidade visual da marca, o recém-reestruturado corpo acionista, liderado por Vasco Guerreiro, apresentou os novos objetivos: apostar nos mercados internacionais e reposicionar o portefólio de vinhos, com a introdução de uma gama Premium.

Sivipa / Palmela Wine - Vasco Guerreiro
Sivipa / Palmela Wine – Vasco Guerreiro

Após a reestruturação que efetuámos no corpo de acionistas, acreditamos que estamos capacitados para conquistar um lugar de referência, no mercado nacional e além-fronteiras, e oferecer qualidade superior, tanto ao nível dos moscatéis, como nos brancos e tintos de perfil forte e bem vincado pelo terroir que tanto nos distingue”, admite Vasco Guerreiro, CEO e acionista maioritário da Sociedade Vinícola de Palmela.

Nos últimos 11 meses, altura em que os novos acionistas entraram no capital da produtora, o volume de negócios ultrapassou milhão e meio de euros, com o mercado nacional a representar 51% das vendas no off-trade e 30% no on-trade, categoria onde a Sociedade Vinícola de Palmela acredita que tem mais margem para crescer.

Sociedade Vinícola de Palmela aposta nos mercados internacionais e reposiciona o portefólio
Sociedade Vinícola de Palmela aposta nos mercados internacionais e reposiciona o portefólio

Ao nível das exportações, que representa 19%, a Sociedade Vinícola de Palmela já tem os seus vinhos presentes em 19 países, com destaque para Angola, Brasil e Dinamarca, mas a expansão internacional inclui o crescimento no Brasil e a expansão para a Rússia.

Com mais de 230 hectares de vinha na região, em parceria com a família Cardoso, as castas predominantes da Sociedade Vinícola de Palmela são: Cabernet Sauvignon, Moscatel Roxo, Moscatel de Setúbal, Castelão, Fernão Pires, Arinto, Sauvignon Blanc, Trincadeira, Aragonês e Alicante Bouchet.

Novos vinhos e aposta no Enoturismo

No que diz respeito ao portefólio, a Sociedade Vinícola de Palmela ambiciona criar uma gama Premium e reestruturar as outras gamas, introduzindo uma imagem condigna com a qualidade dos vinhos que produz e com o DNA de Palmela.

Sivipa / Palmela Wine - Filipe Cardoso
Sivipa / Palmela Wine – Filipe Cardoso

A Serra Mãe e o novo Botelharia são marcas criadas para elevarmos o padrão de qualidade, rigor, excelência e criatividade da oferta. No Moscatel, que tanto nos caracteriza, somos mais versáteis e já conseguimos apresentar um leque de produtos adequado aos vários padrões de consumo. A prova disso é o Moscatel Botelharia, uma edição limitada com produção de apenas 300 garrafas que estagiou 21 anos em garrafa, que chegará brevemente ao mercado”, revela o enólogo e administrador Filipe Cardoso.  

Além da gama dos Colheitas, a Sociedade Vinícola de Palmela pretende alargar a gama dos Reservas com algumas novidades e apostar numa nova gama de Grandes Reservas, que vão transmitir a paixão pela região de Palmela e que sejam o reflexo do terroir.

Sociedade Vinícola de Palmela - adega
Sociedade Vinícola de Palmela – adega

Queremos lançar vinhos com identidade e complexidade, apostar no lançamento de garrafeiras, vinhos com muito tempo de estágio, quer na madeira, quer em garrafa, que serão lançados para o mercado quando a nossa equipa de enologia acreditar que estão no seu melhor momento e iremos começar a engarrafar, em edições muito limitadas, alguns dos nossos moscatéis mais antigos”, admite Vasco Guerreiro.

Para receber de forma mais acolhedora os turistas e apreciadores de vinhos, a Sociedade Vinícola de Palmela também prevê para 2022 a remodelação da loja junto à Adega, a criação de programas de enoturismo, com provas e visitas à adega e a construção de um espaço que permita fazer pequenos eventos e formações. Com um investimento a ultrapassar 1 milhão de euros, distribuídos pela área de produção e enoturismo, os planos de Vasco e Filipe são ambiciosos.

A médio e longo prazo, ambicionamos o reconhecimento enquanto love brand tanto na região de Palmela quanto na Cidade de Setúbal. Queremos integrar o painel de principais players na produção e comercialização de vinho, fazendo a diferença na qualidade, reconhecimento e comercialização dos nossos moscatéis”.