Lançamentos vinhos vinhos de Lisboa

Quinta do Monte d’Oiro assinala rentrée com novidades

A Quinta do Monte d’Oiro assinala a rentrée com uma série de novidades: aos primeiros tintos certificados biológicos, juntam-se dois Reserva, o Parcela 24 e um Late Release, muito especial!

Tempo. É o substantivo masculino, que provavelmente melhor define a Quinta do Monte d’Oiro. Diz quem sabe, que a pressa é a inimiga da perfeição, é por isso que aqui o tempo sempre foi um aliado da excelência.

A propósito da forma como encara o tempo, Francisco Bento dos Santos gosta de citar a baronesa Philippine de Rothschild, que afirmava com refinada ironia, que: Fazer vinho é um negócio muito simples. Só os primeiros 200 anos é que são difíceis“. 

Quinta do Monte d’Oiro
Quinta do Monte d’Oiro

Imune a modas e tendências, foi o tempo que permitiu ao Monte d’Oiro escolher as castas certas e ajudou a conhecer profundamente o terroir e a vinha, detalhe a detalhe, parcela a parcela. Sempre procurando vinhos de grande qualidade e personalidade, reflexos do terroir único da Quinta, já lá vão quase 35 anos.

Foi o tempo também o ponto de partida para o Late Release que é lançado agora, passados 10 anos. Porque se na altura já era um excelente vinho, só podemos imaginar como o tempo o ajudou a enaltecer.

Quinta do Monte d’Oiro Reserva Tinto 2011 Late Release
Quinta do Monte d’Oiro Reserva Tinto 2011 Late Release

Quinta do Monte d’Oiro Reserva Tinto 2011 é um Late Release muito especial e cheio de significado. Além de 2011 ter sido, em Portugal, um ano icónico de vinhos, este é o ano em que Francisco Bento dos Santos decide assumir a direção geral da Quinta do Monte d’Oiro. E também o ano em que nasce o seu primeiro filho.

O vinho nasceu em 2011 mas, em jeito de celebração, porque não guardá-lo durante 10 anos para que ele pudesse evoluir e chegar, de novo, ao mercado evidenciando todo o seu potencial?

Quinta do Monte d’Oiro Reserva Tinto 2011 Late Release

Em edição especial Late release de apenas 2011 garrafas, o Quinta do Monte d’Oiro Reserva Tinto 2011, Late Release é um grande vinho, no auge, mas cheio de longevidade, ainda com um longo caminho a percorrer. O nariz é rico, cheio de aromas terciários e fumado de lareira. Na boca o vinho mostra-se sério, longo, com refrescantes notas de bosque e de pimenta, quente e cheio de frescura. Altamente gastronómico, acompanhará na perfeição um arroz de vitela com enchidos, lebre a la royale, pasta all’amatriciana con guanciale ou queijos de meia cura.

O respeito pela natureza e a criação de um ecossistema sustentável é uma prioridade desde a fundação da Quinta do Monte d’Oiro.

Quinta do Monte d’Oiro - vinha
Quinta do Monte d’Oiro – vinha

Visionários, antecipando o futuro, a conversão da vinha para o modo de produção biológico iniciou-se já lá vão 15 anos, um passo que veio determinar de forma clara o caminho a seguir no futuro. 

Abolir herbicidas, pesticidas e outros químicos de síntese foi o primeiro passo. Numa zona de elevada influência marítima este é um processo cheio de desafios, que exige acompanhamento diário na vinha, mas onde a recompensa é enorme. Com as vinhas em produção biológica, os vinhos da Quinta- com enologia de Graça Gonçalves e apoio técnico Grégory Viennois – mostraram-se puros, de elevada qualidade e um reflexo vivo da região atlântica onde estão inseridos.

A vertente de produção biológica faz, há muito tempo, parte do histórico Monte d’Oiro.

Quinta do Monte d’Oiro - adega
Quinta do Monte d’Oiro – adega

Tendo lançado já diversos brancos e rosé bio, esta é a primeira vez que a quinta lança vinhos tintos de certificação biológica: o Quinta do Monte d’Oiro Touriga Nacional e o Quinta de Monte d’Oiro Tinto, ambos de 2018 e ambos biológicos.

No caso do Touriga Nacional estamos a falar de uma edição muito limitada, uma seleção parcelar proveniente do melhor talhão da Quinta. A vindima foi manual e o vinho fermentou em cuba de inox com reprodução da pisa a pé e controlo de temperatura. Seguiu-se um estágio de 18 meses em barricas de carvalho francês (30% novas). É um vinho que eleva a Touriga Nacional e personifica a expressão máxima do terroir.

Quinta do Monte d’Oiro Touriga Nacional 2018, Single Vineyard/Limited Edition

Quinta do Monte d’Oiro Touriga Nacional 2018, Single Vineyard/Limited Edition (BIO). PVP: €20.

Quinta do Monte d’Oiro Tinto é um 100% Syrah trabalhado de forma parcelar (diferentes parcelas conduzidas e vinificadas separadamente) desde a vindima até ao final do estágio em barrica (16 meses em barrica de carvalho francês). Estamos perante um vinho versátil e muito gastronómico que presta homenagem ao Syrah enquadrado num terroir específico.

Quinta do Monte d’Oiro Tinto, 2018 (BIO)

Quinta do Monte d’Oiro Tinto, 2018 (BIO) PVP €10.

Nos reserva há a registar duas novidades: o Quinta do Monte d’Oiro Reserva Rosé 2019 e o Quinta do Monte d’Oiro Reserva Tinto 2016.

Quinta do Monte d'Oiro Reserva Rosé 2019

O Rosé é feito a partir das melhores uvas de uma parcela selecionada especificamente para a produção de rosé. De produção muito limitada – são apenas 1.000 garrafas -, estagia seis meses em barricas de carvalho francês de 500l (usadas previamente no Reserva Branco) com batonnage muito suave e espaçada. Estamos perante um rosé de elevadíssima qualidade, com nariz vibrante, pleno de notas de alcaçuz e frescura de frutos cítricos. Na boca é sedutor, longo, com deliciosa acidez.

Quinta de Monte d’Oiro Reserva Tinto 2016

O Quinta de Monte d’Oiro Reserva Tinto 2016 é maioritariamente Syrah de várias parcelas aos quais se junta 4% de Viognier em co-fermentação. Estagia entre 18 a 20 meses em barricas de carvalho francês, das quais 40% são novas. É um vinho exuberante e complexo, de grande presença aromática. Fruta, pimenta-preta, bosque, madeira discreta e perfeitamente integrada. Na boca impressiona pela solidez e elegância, com taninos vibrantes e de veludo, e final muito longo. Vinho altamente gastronómico, perfeito para caça e pratos de forno.

Quinta de Monte d’Oiro Parcela 24 2016 Single Vineyard | Limited Edition

A fechar este trio, surge o Quinta de Monte d’Oiro Parcela 24 2016 Single Vineyard | Limited Edition oriundo da mítica parcela nº 24, a mais emblemática da quinta. Situada numa encosta virada a sul é uma vinha única em Portugal pelo facto de ter uma seleção massal de Syrah (cujas varas são provenientes de vinhas com mais de 60 anos de três regiões francesas do Ródano: Hermitage, Côte-Rôtie e St Joseph).

Este é um vinho de enorme complexidade, expressão máxima do Syrah da Quinta do Monte d’Oiro: exuberante nariz de cassis, ameixa-preta e notas de azeitona, com boca longa, taninos e acidez vibrantes, notas de bosque e perfeito equilíbrio. Acompanha carnes maturadas e pratos ricos de caça.

PVP´s

Quinta de Monte d’Oiro Reserva Rosé 2019: 20 €

Quinta de Monte d’Oiro Reserva Tinto 2016: 32 €

Quinta de Monte d’Oiro Parcela 24 2016 Single Vineyard | Limited Edition: 60 €