Bairrada Eventos lifestyle

Vinhos da Bairrada sobem à mesa do ‘São 7 na Eira’

A 4, 11, 18 e 25 de setembro, na Eira do Pato Ougado.

Em setembro, mês de vindimas, os sábados prometem ser ainda mais especiais na Bairrada. Isto porque vai ter lugar a 2.ª edição do ‘São 7 na Eira’, que junta música, artes visuais, poesia, gastronomia e vinhos da Bairrada.

Tudo isto ao pôr do sol e noite dentro, no idílico enquadramento do restaurante Eira do Pato Ougado, situado no Parque do Carreiro Velho, em Oiã, Oliveira do Bairro, à beira da grande lagoa natural Pateira de Fermentelos – um espaço que nasceu, em 2019, para aliar a gastronomia às artes.

O circuito de arte ‘São 7 na Eira’ nasceu, em 2020, de uma conversa e posterior parceria entre David Rocha, proprietário do Eira no Pato Ougado, e Leandra Morais, produtora cultural da Black Dress.

Vinhos da Bairrada sobem à mesa do ‘São 7 na Eira’
Vinhos da Bairrada sobem à mesa do ‘São 7 na Eira’ – ©Diogo Morgado

Esta edição tem o Ministério da Cultura como parceiro institucional e conta com a Comissão Vitivinícola da Bairrada, no apoio à produção. O nome sugere o horário do evento (sete da tarde), que são quatro ao todo, e o local (Eira do Pato Ougado). Os dias são temáticos e nada se repete de sábado para sábado.

‘O Feminino’ é o tema da primeira noite, a 4 de setembro, com David Bento e Gabriela Peres na música; Constança Araújo Amador nas artes plásticas; e Ni Fernandes na poesia. O ‘Útero’ feminino dá mote ao jantar, elaborado pelo chef Leandro Alves e que harmonizado com vinhos de Luís Pato e sua filha Maria João.

Segue-se o dia 11 de setembro, o tema inverte-se e é ‘O Masculino’. Abrilhantam o serão o músico Hugo Correira, o artista plástico João Rapozo e Rui Oliveira, na poesia. A criação gastronómica vai ser inspirada em ‘Falo-Fá-Lo-Tu’ e acompanhada por vinhos do produtor Arcos do Rei.

A 18 de setembro é ‘A Melatonina’ que faz as honras da casa, dando mote ao jantar, em que a maridagem é feita com vinhos da Quinta dos Abibes, do produtor Batel Marques. A música estará a cargo de Ricardo Antão e Jonathan Silva, do Nomad Duo. João Sobreira é o artista plástico e Ricardo Regalado declamador de poesia.

A fechar este ciclo de 2021, a 25 de setembro, temos ‘A Serotonina’, sendo quase certo que os presentes vão ser brindados com cogumelos, vegetais e frutas, durante o jantar. Isto porque são ricos na molécula em causa, que vai maridar com espumantes e vinhos das Caves do Solar de São Domingos. No palco, o músico Miguel Calhaz, a pintora e ilustradora Filomena Neves e Teresa Queirós, na poesia.

O valor de cada evento é de €40,00, sendo que a lotação é limitada a 30 lugares, todos no exterior, para que assim se cumpram as regras impostas pela DGS. O valor inclui, para além das artes, da gastronomia e do vinho, tempo para desfrutar e absorver toda a envolvente, com os cinco sentidos bem despertos. Afinal, é esta a filosofia do espaço e desta iniciativa.

A reserva é obrigatória e pode ser feita através dos contactos 916 611 008 (Eira do Pato Ougado) ou geral@blackdress.pt (Black Dress).

Informação sobre os artistas convidados

Dia 04 de Setembro de 2021

Música: David Bento e Gabriela Peres – Dueto de Música Erudita

David Bento é um jovem violonista aguedense, com carreira nacional e internacional. É reforço na Orquestra Gulbenkian. Atualmente estuda na Universität fur Musik und Darstellende Kunst Graz, na Áustria. É regularmente convidado como concertino, concertino assistente e violinista em vários projetos pelo país. Gabriela Peres é uma jovem violoncelista a estudar na ESMAE, no Porto, tendo já estudado no Koninklijk Conservatorium Den Haag, na Holanda. Já se apresentou nacional e internacionalmente. É membro fundador do Quarteto Cibele. 

Artes Visuais: Constança Araújo Amador

Pinta em aguarela. Segundo a própria, pinta “aguarelas cósmicas”. Desenvolve a sua prática artística a partir da poesia e da sua relação com a Natureza.

Poesia: Ni Fernandes

Atriz, performer, marionetista e encenadora aguedense. Já participou em séries e novelas da RTP, SIC e TVI. Vencedora do concurso “Mentes Criativas e Inovadoras” com o projeto Fénix (teatro com idosos).

Dia 11 de Setembro de 2021

Música: Hugo Correia

Multi-instrumentista, compositor e produtor premiado. É fundador de diversos projetos, dos quais se destacam Fadomorse, Só Vicente e O Lendário Homem do Trigo, no qual colabora com o artista João Rapozo. Apresenta-se como “one man show”. 

Artes Visuais: João Rapozo

Artista de reconhecido mérito internacional, trabalha com projeção multimédia, desenho digital, pintura, instalação, live visuals. Cria azulejos em chacota vidrada com tinta vidrada. 

Poesia: Rui Oliveira

Músico e declamador de poesia. Funde as palavras e os ritmos, com música improvisada de inspiração tradicional. Já se apresentou a nível nacional e internacional.

Dia 18 de Setembro de 2021

Música: NoMad Duo, de Ricardo Antão (eufónio) e Jonathan Silva (percussão)

Ricardo Antão é eufonista, professor e compositor e um dos principais rostos do eufónio em Portugal. É docente universitário na ESMAE, no Porto, e na Universidade de Aveiro. O jovem músico desenvolve uma extensa atividade enquanto solista. Além de integrar vários projetos nacionais, representa internacionalmente a marca Yamaha. Jonathan Silva é um jovem percussionista com uma vasta atividade performativa. Colabora com vários agrupamentos de música de câmara e orquestras nacionais. Enquanto bolseiro da Fundação GDA, especializou-se em vibrafone no Conservatoire de Strasbourg, em França.

Artes Visuais: João Sobreira

Artista com trabalho exposto a nível nacional e internacional. Pinta sob pano e/ou madeira, com técnica mista, recorrendo em alguns casos a tintas de óleo. As suas pinturas ficam visíveis após secagem.

Poesia: Ricardo Regalado

Artista bairradino, dedica-se ao teatro e à leitura encenada de poesia. Mentor do coletivo comunitário Jovens Artistas Unidos.

Dia 25 de Setembro de 2021

Música: Miguel Calhaz

Premiado músico, compositor, cantor, professor e contrabaixista com projetos musicais nas áreas do jazz, da world music e da música portuguesa. Foi vencedor do Prémio José Afonso, na terceira edição do Festival Cantar Abril.

Artes Visuais: Filomena Neves

Pintora e ilustradora. Natural de Nova Iorque. Trabalha com tela, pintura, colagens e desenho.

Poesia: Teresa Queirós

Atriz, locutora de dobragens, cantora e fotógrafa. Integrou diversas produções teatrais nacionais, longas e curta-metragens e videoclipes. Colaborou com a HBO como fotógrafa.