distinção douro vinhos

Vinho da Rozès traz prata de Paris para o Douro

O premiado Terras do Grifo Vinhas Velhas Tinto 2015 provém do Douro Superior, e é um vinho de caráter quente, agreste e profundo.

O Terras do Grifo Vinhas Velhas Tinto 2015, da Rozès, trouxe de Paris para o Douro, a medalha de prata, num dos mais conceituados e concorridos concursos de vinhos do mundo, o Vinalies Internationales, edição de 2021.

Este vinho da Rozès foi um dos dois que o Douro viu reconhecido com prata num concurso que teve mais de 3000 vinhos em prova.

Terras do Grifo Vinhas Velhas Tinto 2015
Terras do Grifo Vinhas Velhas Tinto 2015

O Terras do Grifo Vinhas Velhas Tinto 2015 distingue-se pela sua cor concentrada e pelo carácter quente e agreste do Douro Superior que está bem patente no aroma e profundidade do vinho.

O Vinalies Internationales foi criado em 1994 e rapidamente se tornou um importante certame em termos de longevidade e também notoriedade. Nesta edição participaram 3000 vinhos, oriundos de 33 países, submetidos à avaliação de mais de 130 provadores internacionais. Portugal teve cerca de 60 vinhos premiados.

Rozès – Em 1855, Ostende ROZÈS, então negociante de vinhos finos em Bordéus, fundou a Casa ROZÈS. Inicialmente importados e comercializados nesta região, a reputação dos Vinhos do Porto da Casa afirmou-se rapidamente graças à sua qualidade. O filho de Ostende ROZÈS, Edmond ROZÈS, contribuiu para o desenvolvimento da sociedade ao criar a marca “Porto ROZÈS” e ao utilizar uma garrafa à “antiga Portuguesa” que permitia identificar simultaneamente a marca e o Vinho do Porto. Já instalada em Vila Nova de Gaia, de onde exportava os seus vinhos para todo o mundo, a ROZÈS prossegue o seu desenvolvimento e reforça, ao longo dos tempos, um renome que assenta numa preocupação permanente com a qualidade.

Integra atualmente o grupo de Champagne VRANKEN POMMERY MONOPOLE, tendo como atividade a produção e comercialização de vinhos do Porto sob as marcas ROZÈS, SÃO PEDRO DAS ÁGUIAS e QUINTA DO GRIFO, e do Douro sob a marca TERRAS DO GRIFO, bem como a distribuição dos champagnes do grupo POMMERY. O seu património inclui as suas vinhas (9 quintas) na Região Demarcada do Douro e as caves de envelhecimento no centro histórico de Vila Nova de Gaia.