douro Lançamentos vinhos

Quinta da Boavista apresenta os vinhos de 2017

Um jantar com a assinatura do Chef Tiago Bonito e uma prova vertical sob o tema “5 Anos, 5 Colheitas” deram o mote para esta apresentação que teve como cenário a emblemática Quinta da Boavista.

A Quinta da Boavista acaba de lançar os da colheita de 2017 que inclui os míticos vinhos Boa-Vista Reserva, Quinta da Boavista Vinha do Oratório e Quinta da Boavista Vinha do Ujo. A gama apresentada conta ainda com três vinhos monovarietais Alicante Bouschet, Donzelinho Tinto e Touriga Nacional, castas que se destacaram na vindima de 2017, refletindo a diversidade orográfica da propriedade e a especificidade das suas diferentes parcelas.

São assim seis os vinhos que resultam da colheita de 2017, um ano em que a evolução das condições climáticas contribuiu para um adianto significativo do ciclo vegetativo, fazendo com que esta tenha sido uma das mais precoces de que há memória, com início em meados de agosto, cerca de 3 semanas mais cedo que o verificado geralmente na Região Demarcada do

Os vinhos apresentados assim continuidade ao projeto de parceria com o reconhecido enólogo francês Jean-Claude Berrouet um acérrimo defensor do terroir, que tem por filosofia produzir vinhos que traduzam a singularidade destas vinhas históricas situadas no coração do Douro.  

O experiente enólogo, que durante mais de quatro décadas foi responsável pelos vinhos Château Pétrus, tem vindo a trabalhar em estreita colaboração com Carla Tiago, enóloga responsável pelos vinhos da Quinta da Boavista desde a sua aquisição pela Sogevinus em 2020.

A apresentação desta nova gama, que chegará ao mercado ainda durante este mês de julho, decorreu na histórica Quinta da Boavista com uma experiência gastronómica pensada em quatro momentos, da autoria do Chef Tiago Bonito, detentor de uma Estrela Michelin, e harmonizada com 4 dos vinhos em apresentação.

Durante a prova vertical “5 Anos 5 Colheitas”, revisitaram-se as colheitas iniciais de 2013 até ao mais recente 2017, dos três vinhos que compõem a espinha dorsal do portfólio da Quinta da Boavista: Reserva, Vinha do Ujo e Vinha do Oratório.

Para a responsável de enologia da Quinta da Boavista, Carla Tiago, “esta foi uma excelente oportunidade para poder dar a conhecer a evolução destes vinhos, unindo passado e presente com o lançamento da colheita de 2017, um ano quente e seco que se refletiu em vinhos estruturados e intensos”, refere. “A par destas características podemos encontrar nos vinhos da Quinta da Boavista a elegância e a frescura indissociáveis deste terroir único”, salienta.

Os 36 hectares de vinha da Quinta da Boavista espalham-se por um deslumbrante cenário geométrico de socalcos construídos à mão no xisto típico da região. Alguns terraços chegam a atingir mais de 8 metros de altura e este facto, aliado às condições extremas e à inclinação dramática, unem-se para proporcionar um terroir singular.

Reconhecida desde a primeira demarcação da região vinícola do Douro, a Quinta da Boavista continua, até aos dias de hoje, a ser um ex-libris da beleza natural típica da região do Douro.

PVPR Quinta da Boavista Vinha do Ujo 2017: 125€

PVPR Quinta da Boavista Vinha do Oratório 2017: 125€

PVPR Boa-Vista Reserva 2017 : 45€

PVPR Boa-Vista Donzelinho tinto 2017: 28€

PVPR Boa-Vista Alicante Bouschet 2017: 28€

PVPR Boa-Vista Touriga Nacional 2017: 28€

Avatar

Apaixonado por Comunicação e Marketing, com formação superior nas áreas de Relações Públicas e Publicidade, e especializações em Marketing de Vinhos, Marketing Digital, Social Media e Turismo. Qualificação em Vinhos WSET® (Wine & Spirit Education Trust).