inovação tecnologia

Minsait impulsiona transformação digital da Organização Internacional da Vinha e do Vinho

Através da sua implementação, a OIV vai-se posicionar como um agente impulsionador da digitalização do setor vitivinícola.

A Minsait, uma empresa da Indra, foi escolhida pela Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV) para desenhar, planificar e implementar um plano de transformação digital que vai contribuir para estabelecer uma base sólida para o seu futuro e ajudar a posicionar-se como líder no seu setor.

A OIV é uma organização intergovernamental composta por 48 Estados-membros de caráter científico e técnico, que desenvolve competências acreditadas no domínio da vinha, do vinho e dos produtos derivados da vinha.

Minsait impulsiona transformação digital da Organização Internacional da Vinha e do Vinho
Minsait impulsiona transformação digital da Organização Internacional da Vinha e do Vinho

Após realizar uma análise preliminar do grau de maturidade digital da organização, a Minsait, como parceiro tecnológico do projeto, elaborou um plano de transformação digital de três anos com a OIV, que está dividido em quatro eixos principais.

Em primeiro lugar, o impulso da digitalização do setor através da identificação das melhores práticas digitais a adotar no campo da vinha e do vinho. Em segundo lugar, a melhoria da eficiência e a digitalização das operações da organização, interligando todos os agentes do setor, para alcançar um maior impacto, facilitando a colaboração e o intercâmbio de informação e ideias. Em terceiro lugar, a exploração dos dados, um dos principais ativos da OIV, uma vez que irá desenvolver as suas capacidades analíticas permitindo a obtenção de estatísticas fiáveis sobre o setor baseadas em dados de qualidade. E, por último, o fomento da inovação, idealizando novos serviços e projetos altamente disruptivos que acrescentem valor aos países, empresas e outros agentes do setor.

Atualmente já se começaram a implementar as iniciativas mais prioritárias que correspondem ao primeiro ano de desenvolvimento do plano. Prevê-se, além disso, avançar com o desenvolvimento de novas iniciativas no âmbito de Data Analytics e a promoção de práticas de digitalização no setor.

O diretor-geral da OIV, Pau Roca, comentou o projeto: “temos uma estratégia para os próximos cinco anos em que identificamos a digitalização como o acelerador chave para impulsionar a transformação do setor. A experiência e as capacidades demonstradas pela Minsait, levaram-nos a selecioná-los como nossos parceiros neste caminho, e com eles desenhámos um Plano de Transformação Digital que agora estamos a colocar em ação”.

Os benefícios da transformação digital

Apostar na digitalização das empresas converteu-se nos últimos tempos numa necessidade mais do que numa mera opção. As empresas devem otimizar o seu negócio se querem continuar a avançar num mercado cada vez mais competitivo e digital. A implementação de tecnologias digitais de toda a cadeia de valor da OIV vai ajudar a acelerar o processo de conversão ao mundo digital de todo o setor no seu conjunto. Deste modo a organização posiciona-se como um impulsionador líder da transformação digital no setor vitivinícola.

O Plano de Transformação envolveu a criação no seio da OIV de um Observatório de Tendências Digitais no sector vitivinícola que sirva de plataforma para a promoção e divulgação dos avanços tecnológicos e para responder às novas exigências dos consumidores, através da publicação anual de relatórios e da organização de eventos centrados neste tema. Este ano, o relatório vai centrar-se em tópicos como o impacto da tecnologia na agricultura de precisão, que está a construir um sector mais sustentável e amigo do ambiente, ou como o blockchain e os certificados digitais podem aumentar a transparência e rastreabilidade do vinho desde o campo até à mesa do consumidor final.

Além disso, a produtividade interna é aumentada graças ao desenvolvimento de sistemas que “fazem mais com menos” e reduzem as tarefas manuais. O posicionamento da Analítica de dados como um ativo chave, aumenta e melhora os processos de recolha, análise, exploração e visualização de dados para obter um conhecimento sectorial amplo e detalhado.

Em suma, o objetivo é oferecer o melhor serviço aos Estados-membros da OIV e ao sector vitivinícola, em geral, que, através deste Plano de Transformação e de iniciativas e plataformas digitais, vai permitir a otimização dos processos internos da organização, promovendo a agilidade e a implementação de um modelo de trabalho colaborativo para a sua extensa rede de mais de 1.200 especialistas distribuídos pelos 48 Estados-membros.