chef Restaurante vinhos

Mesa de Lemos reabre com novo menu e vinho do Chef Diogo Rocha

Esta edição limitada de 2000 garrafas, feita pelo enólogo da Quinta de Lemos para o chef residente, assegura uma harmonização perfeita com os sabores da nova carta.

O único distinguido com uma estrela Michelin no Centro de Portugal reabre as portas a 5 de Maio com várias novidades. O restaurante Mesa de Lemos, na Quinta de Lemos, dirigido pelo chef Diogo Rocha regressa com carta nova, com ênfase nos sabores da estação, e com um “Vinho do Chef”, feito em conjunto com o enólogo da casa, Hugo Chaves.

Mesa de Lemos reabre com novo menu e vinho do Chef Diogo Rocha
Mesa de Lemos reabre com novo menu e vinho do Chef Diogo Rocha

Esta edição limitada e numerada, de cerca de 2000 garrafas, é, nas palavras do chef Diogo Rocha, “a personificação do vinho do – um vinho muito gastronómico, com alguns anos (é de 2006), uma acidez extraordinária e muita fruta, que permite uma excelente harmonização com a nova carta do Mesa de Lemos.”

Feito a partir das castas Touriga Nacional e Tinta Roriz, o “Vinho do Chef”, que poderá ser desfrutado no restaurante Mesa de Lemos, tem boa estrutura e um aroma concentrado, com grande presença de notas florais. É ainda equilibrado, e com taninos bem afinados.

 Vinho do Chef - Mesa de Lemos
Vinho do Chef – Mesa de Lemos

À mesa do Mesa de Lemos, manter-se-á a aposta nos produtos de época da mais elevada qualidade, da região e de todo o país. O menu será mais fresco, com elementos de maior acidez, como os frutos vermelhos irão revelar no domínio das sobremesas.

Ao acolhimento, com ‘sorbet’ de tomate verde, seguem-se os primeiros dois momentos de ‘snacks’. O primeiro, dominado pela cenoura, composto por “Gelado de cenoura roxa e bolo lêvedo”, “Tartelette de cenoura”, “Cenoura em pickle” e “Cenoura assada com requeijão”. E o segundo, dominado pelo mexilhão, com “Pastel de massa tenra de mexilhão”, “Mousse de mexilhão e estufado ácido de couve lombarda”, “Tártaro de mexilhão”, “Mexilhão Alimado” e “Massada de mexilhão”.

O Amuse-Bouche chega na forma de uma marcante “Enguia fumada com ervilhas”, antes de darmos início aos Momentos principais. De entradas, temos “Línguas de bacalhau com caril e mostarda”, e “Lagostim e Beterraba”. Seguem-se os pratos de peixe, com “Tamboril com molho de espumante, pêra abacate e curgete”, e “Imperador com molho fragateiro e chouriço alentejano, pimentos em cebolada.”

No capítulo das carnes, e como em prato vencedor não se mexe, temos o “Cabrito do Caramulo com salada de pepino doce e maçã verde e batata”, e a “Bochecha de porco alentejano estufado em vinho Quinta de Lemos e Boletus de verão”.

Chegados às notas finais, mais doces, seguimos com uma pré-sobremesa para limpar o palato – “Gelado de figo e creme de iogurte e gengibre” -, e somamos para a apoteose final com uma “Queijada de mirtilo, gelado de ameixa, entremeio de framboesa e ‘curd’ de amora” e um “Pudim de hortelã, suspiro de morango, gelado de kiwi”.

A loiça é desenhada por Geraldine de Lemos, demonstrando o envolvimento de todos os membros da família Lemos neste projeto, e será outro dos pontos fortes no serviço de sala, com a nova ‘mise-em-place’ a realçar a beleza do espaço e dos interiores do edifício do Mesa de Lemos.

Estamos obviamente muito felizes por voltar a receber os nossos clientes, e servi-los da melhor forma”, partilha o chef Diogo Rocha.

O Menu Lemos (5 momentos e 2 conjuntos de ‘snacks’, amuse-bouche e pré-sobremesa) tem o valor de 90€ e o Menu do Chef (7 momentos, 2 conjuntos de ‘snacks’, amuse-bouche, pré-sobremesa e sobremesas) o valor de 115€. O Mesa de Lemos espera pelo seu regresso.

Avatar

Apaixonado por Comunicação e Marketing, com formação superior nas áreas de Relações Públicas e Publicidade, e especializações em Marketing de Vinhos, Marketing Digital, Social Media e Turismo. Qualificação em Vinhos WSET® (Wine & Spirit Education Trust).