Lançamentos Península de Setúbal vinhos

Periquita Clássico – O regresso de um vinho histórico

De acordo com o enólogo, Domingos Soares Franco, este é um vinho que faz lembrar os "Periquitas" dos anos 80.
Periquita Clássico 2014

A José Maria da Fonseca acaba de retomar o vinho Periquita Clássico através da apresentação de uma nova colheita, a colheita de 2014. Produzido em anos de particular qualidade, o Periquita Clássico, é uma seleção dos melhores vinhos produzidos com a casta Castelão e está de regresso às mesas dos portugueses após um histórico de seis colheitas – 1992, 1995, 1999, 2001 e 2004.

Dez anos separam a última colheita do Periquita Clássico desta que lançamos este ano. São já 6 as colheitas apresentadas deste vinho, que se distingue pelo seu potencial de guarda tremendo. É um vinho que faz lembrar os Periquitas que se bebiam quando comecei a trabalhar no início da década de 80”, refere o enólogo Domingos Soares Franco.

Produzido desde 1850, sendo considerado o primeiro vinho tinto engarrafado em Portugal, o Periquita tem tido a capacidade de se modernizar e renovar ao longo dos anos, para ir ao encontro do paladar dos consumidores.

Periquita Clássico 2014 – embalagem

Apesar desta adaptação, a marca Periquita nunca perdeu a sua identidade.

Com a apresentação da colheita de 2014 do Periquita Clássico, retomamos este vinho, a sua marca e o estilo dos Periquitas de há cinquenta anos, quando as uvas eram fermentadas com engaço e a temperatura pouco controlada. Este vinho foi envelhecido em toneis de madeira usada durante 24 meses e estagiou durante 4 anos em garrafa.

O Periquita Clássico 2014, apresenta uma cor vermelha com tonalidades acastanhadas e o seu aroma revela notas de couro, frutos pretos, chá preto, violetas e avelã. No paladar, apresenta-se austero com boa acidez e presença de taninos. É um vinho com persistência presente, seguindo o conceito dos velhos Periquita.