Alentejo Lançamentos vinhos

XXVI Talhas e Vinalda lançam pré-venda do ‘Vinho do Tareco’

A Vinalda e o XXVI Talhas inovam ao lançar a venda en primeur da marca Tareco, deste projeto que produz exclusivamente Vinhos de Talha, em Vila Alva.

Com a pré-venda da marca ‘Tareco’ pretendemos proporcionar a experiência do consumo de Vinho de Talha o mais próximo possível do consumo na adega, ou seja com o mínimo espaço de tempo entre a saída das talhas e o seu consumo, afirmam Daniel Parreira e Ricardo Santos. 

Uma vez que por tradição, o Vinho de Talha bebe-se quando se abrem as primeiras talhas, a partir do dia 11 de novembro – Dia de São Martinho, contamos disponibilizar os vinhos no início de dezembro, adiantam os mentores do projeto. 

Talhas

O XXVI Talhas presta homenagem à tradição milenar da produção de Vinho de Talha, de forma natural, na aldeia de Vila Alva. O projeto é encabeçado pela filha e netos do Mestre Daniel, que produziu vinhos de talha durante 30 anos, e ainda o enólogo Ricardo Santos (Malo Wines e Quinta do Carneiro), com ligações afetivas ao projeto. 

José Espírito Santo, diretor-geral da mais antiga distribuidora nacional de bebidas frisa que com esta pré-venda a Vinalda e o produtor XXVI Talhas inovam na forma como queremos fazer chegar os Tarecos de Talha aos clientes e consumidores finais

Tinto do Tareco

Com o vinho ‘Tareco’ queremos também homenagear as várias adegas de Vila Alva que estão abertas apenas entre novembro e março, quando o vinho sai da ‘mãe’ (talha). O objetivo é assim dar a conhecer o prazer do consumo deste vinho jovem neste período, referem os responsáveis do XXVI Talhas, explicando que Tareco’ é termo carinhosamente usado na nossa aldeia para as talhas mais pequenas, potes com capacidade máxima de cerca 300 litros, que se podem encontrar em grande número por todas as habitações da localidade, tanto em pequenas adegas como, por exemplo, em garagens improvisadas de adega

Podemos adiantar que, até agora, já aderiram a esta pré-venda o Adegga Wine Market, o Enóphilo Wine Market, a Vinha.pt e a Garrafeira Pérola da Índia, no Porto.

Branco do Tareco

Os restaurantes podem também aderir à pré-venda do Vinho do Tareco engarrafado ou optar por um modelo ainda mais inovador: podem reservar um Tareco inteiro. Após visita à adega do Mestre Daniel e prova dos Tarecos, o restaurante escolhe o seu Tareco e a rotulagem dedicada ao seu estabelecimento. 

As uvas utilizadas nos Vinhos do Tareco são provenientes de pequenas parcelas de vinha de sequeiro da freguesia de Vila Alva, com cerca de 25 anos e com mistura de castas tradicionais: Perrum, Manteúdo, Larião, Diagalves, Roupeiro e Antão Vaz, no Branco; e Tinta Grossa, Aragonês e Trincadeira, no Tinto.

Palhete do Tareco

O Palhete é proveniente de uma parcela de vinha onde a mistura destas castas já foi feita na vinha. Os vinhos serão também provenientes de uvas dos dois tipos de solo presentes nesta freguesia: xistoso e granítico.  

 Os vinhos estão em contacto com as massas (maceração) há cerca de dois meses no período entre a vindima – no início de setembro – e a saída das massas logo após o 11 de novembro.  

Teremos, assim, vinhos pouco alcoólicos, com excelente acidez, mineralidade e com alguma estrutura, proporcionando um enorme prazer à mesa, asseguram Daniel Parreira e Ricardo Santos.

%d bloggers like this: