Gastronomia Restaurante Take Away & Delivery

Amor Y Odio – A nova marca de entrega de comida mexicana

A nova marca que traz às nossas casas as emoções fortes da cozinha mexicana.

É a primeira aventura do SEAME Group em torno dos sabores mexicanos, e isso exigiu mais investigação e descoberta, a juntar ao rigor de sempre. Amor Y Odio já está disponível na Glovo e, quando a tormenta passar há de ter a sua loja física, vibrante e intensa como os burritos que, para já, distribui pela cidade de Lisboa.

Houve um trabalho grande de pesquisa nos últimos meses, quer ao nível das receitas, quer ao nível dos ingredientes. Elaborámos um procurement internacional de produtos mexicanos, de forma a mantermos a autenticidade dos aromas e sabores originais”, esclarece António Querido, sócio fundador do SEAME Group.

O nível de exigência a que se propuseram ao criar uma marca num registo totalmente novo pode ser comprovado nestes burritos que, acredita, não deixarão ninguém indiferente.

AI, AI BURRITO!

Apesar de serem mexicanos, os burritos estão muito ligados à cultura americana, devido às comunidades hispano-americanas que povoaram o Texas. É daí que vem a designação Tex Mex Cuisine, surgida da zona fronteiriça com o México, e que resulta da fusão das culturas gastronómicas das duas nações, por onde se espalhou antes de conquistar o mundo.

Mundialmente reconhecido, o burrito é um dos pratos Tex Mex mais famosos. No Amor Y Odio há três diferentes: El Original (9€) com o típico arroz e pasta de feijão; o San Diego Style (9€), que em vez do arroz e feijão habitualmente tem batata frita, mas no Amor Y Ódio inclui batata doce; e o Desnudo (9,75€), igual ao Original, mas sem tortilha.

Sobre a escolha, pode ser difícil, mas ajuda a que o burrito seja o mais costumizado possível, mediante o gosto e o apetite de cada cliente: pode ser de porco, frango, chilli, camarão, vegetariano com tofu e cogumelos, ou surf&turf, numa junção feliz entre camarão e carne de porco.

Depois, o estado de espírito ditará se a opção do molho incidirá sobre o mexicano (que junta o molho de tomate aos jalapeños, à quindilla, e ao pimentão vermelho), a salsa verde (cuja cor vem dotomatillo, o ancestral e típico tomate verde tão usado na cozinha mexicana), ohabanero (com pimentos vermelhos, cebola, alho, malagueta, entre outros) ou ochipotle(molho típico de pimenta vermelha, feito com jalapeños maduros fumados).

A experiência mexicana corre sempre melhor com uma entrada a preceito, por isso há ainda duas opções de Totopo, as estaladiças tortilha chips. Há normais ou picantes, sempre com cheddar, guacamole, ou pico de gallo, a famosa receita típica mexicana, com tomate, cebola, coentros, azeite lima e jalapeños (3,50€).

Para acompanhar, está disponível a típica Chelada, com cerveja, sumo de limão e gelo (3,50€). Quem prefere “apenas” cerveja mexicana, pode optar pela Sol (3,50€), pela Corona (3,50€), ou pela Coronita (3€).

Para refeições “com tudo incluído” a marca dispõe de 2 menus: o Sencillo tem burrito e bebida (11,50€) e o Completo inclui totopos, burrito e bebida (14€).

PRÓXIMA PARAGEM

A aposta na cozinha mexicana marca o alargamento expectável das fronteiras gastronómicas do grupo, depois das viagens gustativas pela Ásia, no Soão, do mergulho em várias espécies do mar, no Sea Me, e dos sabores portugueses do prego, n’O Prego da Peixaria.

A ideia é a expansão continuar por novos caminhos, e continuar a trazer sabores de outras paragens ao público lisboeta.

A fórmula em que apostaram para enfrentar uma realidade em que ir aos restaurantes passou a obedecer a algumas restrições adicionais deu origem a uma nova ramificação de negócio. Para o Sea Me Group, a vertente das entregas representa neste momento 45% do volume de negócio.

Começamos no delivery através das diversas dark kitchens que já temos em Lisboa e que operam outras marcas do grupo, mas com a ambição de poder passar para a rua quando todo este clima de incerteza passar — e há-de-passar”, revela António Querido, para quem o crescimento do grupo é uma realidade sempre em andamento.

Com a expansão e o melhoramento no horizonte, o grupo abriu em julho uma nova unidade específica de produção para entregas em Telheiras, para abastecimento das zonas Telheiras – Benfica. Em novembro irão inaugurar uma destas unidades na Parede, expandindo pela primeira vez a entrega à linha de Cascais. A ideia é continuar a espalhar as emoções fortes à mesa!