pontuações Vinhos do Tejo

Vinhos do Tejo com pontuações e críticas “calorosas” em agosto

Doze referências entre os 90 e os 93 pontos, atribuídos pela revista norte-americana Wine Enthusiast.
12 Vinhos do Tejo com 90+ pontos na Wine Enthusiast – agosto 2020

De nove produtores do Tejo, há uma dúzia de vinhos em destaque na mais recente prova de Roger Voss, responsável pela avaliação dos vinhos portugueses na Wine Enthusiast e uma referência entre enófilos, críticos e curiosos do universo vínico.

Publicadas no site da conceituada revista norte-americana este mês, as críticas são “calorosas” e as pontuações variam entre os 90 e os 93 pontos.

Vinhos do Tejo com 93 Pontos na WE

O destaque maior, com 93 pontos cada, vai para dois tintos, o ‘Terra Silvestre Grande Reserva tinto 2016’, da Agro-Batoréu, e o ‘Conde Vimioso Reserva tinto 2017’, da Falua, que conquistou também a atenção para o ‘Conde Vimioso Arinto branco 2018’, com 90 pontos. No patamar dos 92 pontos, está o ‘Falcoaria tinto 2016’, da Quinta do Casal Branco.

Vinhos do Tejo com 92 pontos na WE

Seguem-se três referências com 91 pontos: o ‘Clavis Aurea Reserva tinto 2018’, da Quinta do Casal Monteiro; e dois monocastas de Merlot, o ‘Quinta da Lapa Merlot Reserva tinto 2016’, da Agrovia, e o ‘Tyto Alba Vinhas Protegidas Merlot tinto 2018’, da Companhia das Lezírias.

Vinhos do Tejo com 91 pontos na WE

Também da Companhia das Lezírias e da marca homónima, o ‘Tyto Alba Vinhas Protegidas Moscatel Galego branco 2019’ chega nesta edição de estreia aos 90 pontos, assim como o ‘Forma de Arte Reserva tinto 2018’, da já mencionada Quinta do Casal Monteiro; o ‘Quinta da Lagoalva Alfrocheiro Grande Reserva tinto 2017’; o ‘Vale de Lobos Touriga Nacional Reserva tinto 2017’, da Quinta da Ribeirinha; e o ‘Quinta da Alorna Abafado 5 Years’, um monocasta de Fernão Pires, a casta mais expressiva da região Tejo.

Vinhos do Tejo com 90 pontos na WE

Com uma boa prestação no que toca à certificação e às vendas, no mercado nacional, mas também na exportação, é caso para dizer que os Vinhos do Tejo estão de boa saúde e recomendam-se vivamente!