Gastronomia restaurante

ALMA reabre e garante experiência de sempre com menus simplificados

Restaurante ALMA, premiado com duas estrelas Michelin, com a assinatura de Henrique Sá Pessoa, irá reabrir na próxima semana.
Restaurante ALMA
Restaurante ALMA

A excelência e a criatividade de sempre adaptadas a um período excecional. É assim que, no próximo dia 26 de maio, terça-feira, o ALMA reabre as portas do número 15 da Rua Anchieta.

Premiado há dois anos consecutivos com duas estrelas no guia Michelin, o restaurante da Plateform com assinatura do chef Henrique Sá Pessoa, reduz o número de momentos dos dois menus de degustação de forma a diminuir o tempo da refeição e proporcionar uma experiência o mais prazerosa possível ao cliente.

chef Henrique Sá Pessoa
chef Henrique Sá Pessoa

Nesta primeira fase, as pessoas vão estar mais reticentes a sair e não vão estar tão à vontade para estar num restaurante durante três ou quatro horas, por isso reduzimos o menu de maneira a que os clientes possam ter a experiência mas não de forma tão demorada”, afirma o chef Henrique Sá Pessoa, explicando que estas alterações permitiram também “uma redução do preço”.

Os menus Alma, inspirado nos clássicos do chef, e Costa a Costa, uma homenagem ao peixe e marisco da nossa costa, veem encurtados os momentos dos snacks e amuse bouches, o que se reflete numa redução do tempo da refeição e no preço final da experiência, fixada agora em 120 € por pessoa em ambos os menus.

De forma a garantir a segurança de clientes e equipa, o ALMA garante um rigoroso cumprimento das regras definidas pela Direção Geral da Saúde, de entre as quais se destaca o espaçamento de 2 metros entre mesas e a redução da lotação do restaurante em 50%, para 20 lugares sentados.

Peixe galo, puré de funcho, choco e cebolinho - ALMA
Peixe galo, puré de funcho, choco e cebolinho – ALMA

Esta é uma oportunidade para redescobrir alguns dos pratos mais icónicos do chef Henrique Sá Pessoa, como o Foie gras salteado, maçã, granola, beterraba e café, e o Leitão confitado, grelos, cebola acidulada e jus de pimenta, dois dos momentos incluídos no menu Alma.

Quem optar pela experiência Costa a Costa tem, por sua vez, garantida uma viagem por sabores genuinamente portugueses através de propostas como o Salongo, abóbora, massa de pimentão e pinhão ou o Bacalhau, salsa, brandade e couve.

Numa altura em que muitas cozinhas procuram reinventar-se, Henrique Sá Pessoa acredita que o conceito do ALMA faz hoje mais sentido do que nunca.

Penso que já estávamos no caminho certo. Creio que a cozinha do ALMA vai muito ao encontro do que faz sentido neste momento – uma cozinha de memória e que apela ao público português e às nossas raízes gastronómicas.

Antevendo um regresso do público nacional ao Chiado, bairro onde se localiza o ALMA, o chef destaca que esta “é uma localização privilegiada” e historicamente acarinhada pelos portugueses.

Entre as opções à la carte, o menu foi também adaptado, mantendo quatro sugestões de entrada – como é o caso das Cenouras, bulghur, puré de alperce, queijo de cabra e azeite de cominhos (25 €) e da Azevia, ervilhas, chouriço de porco preto alentejano e holandês de noisette – e quatro de prato principal – entre os quais se destaca a Calçada de bacalhau, gema confitada, puré de cebola e salsa (36 €) ou o Lombo de novilho nacional, cebola roxa, alcachofras, molho barbecue (40 €). Nas sobremesas, a Mar e Citrinos, com sorvete de yuzu, algas cristalizadas e curd de citrinos (12 €) é uma das três propostas do chef.

O ALMA estará aberto de terça a domingo, das 12h às 16h e das 19h às 23h. Aconselha-se reserva prévia através do site oficialou do número de telefone 213 470 650.

%d bloggers like this: