ambiente clima viticultura

CLIMATE TALKS by The Porto Protocol debate Viticultura Sustentável

Conversas digitais sobre Viticultura Sustentável, Orgânica e Biodinâmica, visam a promoção de comportamentos mais amigos do ambiente.

Climate Talks by Porto Protocol desta semana vai debater o impacto, as diferenças e as semelhanças que cada método de viticultura tem em termos da pegada de carbono.

O impacto ambiental de cada tipo de viticultura, a pegada de carbono que lhe está associada, a protecção do solo e sua biodiversidade, vão estar em cima da mesa.

Climate Talks by Porto Protocol
Climate Talks by Porto Protocol

Igualmente a gestão da água vai ser debatida, bem como a questão da irrigação da vinha e se esta prática é aceitável em viticultura sustentável e biodinâmica. E, para a viticultura sustentável, há necessidade de um padrão global? , as “Climate Talks by Porto Protocol” prometem levantar questões, apresentar boas práticas e – porque não? – impelir à mudança de comportamentos.

David Guimaraens, enólogo e director técnico do grupo The Fladgate Partnership, será o moderador da mesa virtual que senta produtores de vinho de várias regiões vinícolas do mundo, cada um representando diferentes abordagens à viticultura. Os convidados são:

Diana Snowden Seysses, nasceu e cresceu no vale de Napa (EUA). Formou-se em Viticultura e Enologia na UC Davis em 2001 e trabalhou na Robert Mondavi (Califórnia e França), Mumm Napa, Araujo Estate, Château La Fleur de Boüard, Domaine Leflaive e Ramey Wine Cellars. Em 2003, torna-se enóloga no Domaine Dujac, na Borgonha, e consultora no Domaine de Triennes, na Provença. Em 2005, vai para Snowden Vineyards em Santa Helena, Califórnia e em 2016 para Ashes & Diamonds em Oak Knoll, também na Califórnia. Divide o seu tempo entre França e Califórnia, cruzando as aprendizagens dos dois lugares.

Fred Loimer, começou a trabalhar com o seu pai Alfred em 1988, depois de concluir os estudos em Klosterneuburg, com períodos nas adegas Nahe (Alemanha) e Walter Schug (Califórnia). Assume controlo total da propriedade da sua família em 1997 e compra a garrafeira do Castelo Haindorf nos arredores de Langenlois. Começou a praticar viticultura biodinâmica em 2006 e é membro fundador da Respekt, o organismo certificador na Áustria. Os seus vinhos estão entre os melhores exemplos de Grüner Veltliner e Riesling no Kamptal. Em 2002, foi eleito “Enólogo do Ano” pela revista de vinhos austríaca Falstaff.

Stan Zervas, é sócio e Vice-Presidente de Viticultura da Silverado Farming Company e fascinado pela maneira como as plantas crescem. Trabalhou em vários locais antes de encontrar na Silverado Farming Company uma casa. Formou-se em estudos ambientais e em Agricultura e gestão de pestes, tendo trabalhado num insectário e a administrado um programa biológico de controle de pragas para produtores de citrinos e abacates no condado de Ventura (EUA). Em 1999 chegou a Napa e começou a com a Kendall-Jackson e outras adegas na gestão de pragas, concentrando-se na transição dos vinhedos para uma abordagem mais sustentável e orgânica. Stan ingressou na Silverado Farming Company em 2005, impressionado com a agricultura, filosofia de negócio e com a comunidade que forma a base da empresa. Actualmente, é sócio e vice-presidente de viticultura. Como Pete (fundador) diz:

Estamos apenas a tentar mudar o mundo, uma vinha de cada vez“.

As “Climate Talks by Porto Protocol” acontecem nos dias 14, 21 e 28 de Maio, aqui: https://www.youtube.com/channel/UCSWnKqBDHT6hFJw0qz16p7Q.

Os próximos painéis podem ser conhecidos em www.portoprotocol.com/climate-talks/.

%d bloggers like this: