plataforma responsabilidade social solidariedade

Plateform apoia entidades de saúde com movimento solidário

Movimento solidário Plateforall quer oferecer o maior número possível de refeições aos heróis dos nossos dias.

Porque este é o momento de ajudar os que continuam a cuidar de todos os portugueses, o grupo de restauração português Plateform está, desde final de março, a apoiar as entidades de saúde neste momento de crise, com especial foco para as que se encontram na linha da frente do combate à pandemia de Covid-19, através do movimento Plateforall.

O objetivo é o de oferecer o maior número possível de refeições a quem todos os dias arrisca a sua vida pela de todos nós. 

Esta é a nossa forma de agradecer a todos os que trabalham dia e noite com o objetivo de salvar vidas”, afirmou André Xavier, diretor de marketing do grupo Plateform.

Fazemo-lo através daquilo que melhor sabemos: refeições de qualidade que levem algum conforto e reconhecimento a todos aos profissionais de saúde. É a nossa forma de dizermos obrigado.” 

INEMHospital Santa MariaHospital São JoséHospital Curry Cabral (numa parceria com a cerveja Bohemia da Sociedade Central de Cervejas [SCC], com uma entrega especial feita no fim-de-semana de Páscoa) e Hospital Dona Estefânia são algumas das entidades que já receberam refeições no âmbito deste movimento, de cinco das marcas do grupo – Honest GreensZeroZeroVitaminasWok to Walk Honorato

Estas cinco marcas fazem também parte da campanha #plateforhome, a decorrer durante este período de isolamento dos portugueses, e que permite que estes possam receber em sua casa as refeições das citadas marcas através de takeaway ou de entrega ao domicílio.

A Plateform garante, assim, com o movimento Plateforall e a campanha #plateforhome, a continuidade das suas operações num momento de especial fragilidade económica do setor e do país, reinventando a forma de chegar aos seus clientes e intervindo solidariamente na comunidade. 

O movimento Plateforall vai continuar nas próximas semanas, com mais entregas a instituições de saúde.

No entanto, apesar de ter surgido num momento específico de crise e com vista ao apoio aos profissionais de saúde na frente do combate, prevê-se a longo prazo que cresça e se estenda à intervenção solidária noutras instituições, de outros sectores.

%d bloggers like this: