Dia do Pai douro vinhos

Colinas do Douro – Um mimo perfeito para o seu Pai

A prenda perfeita para o Dia do Pai, a 19 de março, vem na forma de caixa, com duas garrafas de vinho do Douro Superior.
Colinas do Douro
Colinas do Douro

Para o Pai, só o melhor serve. No próximo dia 19 de março, ofereça um ‘pack’ de Colinas do Douro, vinhos elegantes e memoráveis, originários do Douro Superior.

Estes dois Reserva, um branco e um tinto, ambos de 2017, compõem a sugestão de presente de Colinas do Douro.

‘pack’ Colinas do Douro - Reserva branco 2017 + Reserva tinto 2017
‘pack’ Colinas do Douro – Reserva branco 2017 + Reserva tinto 2017

Criações de um Douro clássico, com as castas tradicionais que o compõem, estes vinhos são marcados pelos dois terroirs em que a propriedade está inserida – o Douro e a Beira Interior- o que lhes confere um perfil singular.

O facto de possuírem vinhas de altitude, a 600 metros de altitude, também dá aos vinhos um carácter de frescura e elegância.

‘pack’ Colinas do Douro - Reserva branco 2017 + Reserva tinto 2017
‘pack’ Colinas do Douro – Reserva branco 2017 + Reserva tinto 2017

O Reserva Branco (composto pelas castas Rabigato, Viosinho e Gouveio) é um vinho de perfil moderno, muito mineral, com algumas notas de fruto seco, devido ao estágio em barrica.

É um vinho fino e complexo.

‘pack’ Colinas do Douro - 2 garrafas Reserva tinto 2017
‘pack’ Colinas do Douro – 2 garrafas Reserva tinto 2017

O Reserva Tinto (composto pelas castas Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinto Cão e Tinta Roriz) é um vinho cheio, com fruta intensa no aroma, notas de folha de tabaco, fruto do estágio de 12 meses de barrica, e componente floral, devido à Touriga Nacional.

É um vinho austero e promissor.

Este pack do Dia do Pai tem um PVP de 25,50€ e encontra-se à venda em vários locais, como a Garrafeira Napoleão e a Garrafeira Imperial, em Lisboa.

Sobre os Vinhos Colinas do Douro

Colinas do Douro - propriedade
Colinas do Douro – propriedade

Com um pé na Beira Interior e outro no Douro Superior, os vinhos Colinas do Douro beneficiam da singularidade da sua localização – entre dois “terroirs” únicos.

Situada em cima da transição geológica do granito da Beira para o xisto do Douro, a propriedade de Colinas do Douro tira proveito desse facto com experiências bem-sucedidas no domínio dos vinhos.

Tirando partido desses solos – e de estarem à cota de 640 metros, o que se traduz em vinhas de altitude -, os vinhos aqui produzidos são marcados por três elementos-chave: elegância, acidez e mineralidade.

O resultado são vinhos complexos e únicos, com potencial de guarda.

‘pack’ Quinta da Extrema - 2 garrafas Reserva 2017
‘pack’ Quinta da Extrema – 2 garrafas Reserva 2017

Às várias referências existentes de Colinas do Douro – entre brancos, tintos e um colheita tardia –, somam-se cinco outras referências com uma designação diferente: Quinta da Extrema.

Sendo este o nome de uma das propriedades que compõe a quinta de 450 hectares, é também o dos vinhos mais marcantes do projeto, por melhor traduzir a singularidade do seu terroir.

Quinta da Extrema é única, porque é atravessada pela marcante transição geológica Granito/Xisto, que separa o Planalto Beirão e os primeiros vales da Bacia Hidrográfica do Rio Douro.

Aqui, em particular, estão reunidas condições únicas para a produção de vinhos com perfil singular, resultado da junção de três características: Altitude, Exposição Norte e Transição Geológica.

Estes vinhos são marcadamente elegantes, frescos, minerais e com longevidade. Todos os anos é ainda lançado um monocasta com uma casta estrangeira, que promete surpreender os enófilos.

%d bloggers like this: