Alentejo Lançamentos vinhos

Herdade das Servas apresenta vinho singular na Essência do Vinho

Herdade das Servas apresenta 100% Carignan, em prova especial, no Sábado, dia 22 de Fevereiro, no decorrer da 17.ª edição da Essência do Vinho.
Herdade das Servas
Herdade das Servas

De ano para ano, a família Serrano Mira não pára de surpreender, com múltiplos investimentos na vinha, na adega, na estrutura de enoturismo e com o lançamento de novos vinhos. Isto para além da aposta, em 2018, de se expandir do Alentejo, onde é proprietária da Herdade das Servas, para os Vinhos Verdes, com a compra da Casa da Tapada.

O ano de 2020 não é excepção e está já previsto o lançamento de dois novos vinhos, ambos monocastas: um rosé de Sangiovese e um tinto de Carignan.

Herdade das Servas
Herdade das Servas

Por agora, é tempo de falar do ‘Herdade das Servas Parcela C Carignan Single Vineyard’, tinto que vai ser apresentado e ser a figura central de uma prova especial, intitulada “Herdade das Servas: a estreia do Carignan e a consolidação das Vinhas Velhas” e comentada pelo produtor Luís Serrano Mira e pelo enólogo Ricardo Constantino.

A mesma vai ter lugar no Sábado, dia 22 de Fevereiro, das 17h30 às 18h30, na Sala do Tribunal, no decorrer da 17.ª edição da Essência do Vinho, evento que decorre de 20 a 23 de Fevereiro, no Palácio da Bolsa, no Porto.

Herdade das Servas
Herdade das Servas

Falamos de uma variedade de uva que necessita de uma região com elevadas horas de insolação e solos pouco férteis, para limitar a sua produção e aumentar a qualidade e longevidade dos vinhos que dão origem.

É uma casta vigorosa, com maturação tardia, película grossa e mosto de elevada acidez natural, que dá origem a vinhos frescos e elegantes.

Carignan foi uma casta presente num Alentejo vitícola de outrora, quase extinta nos dias de hoje e nunca engarrafada em estreme. Estamos perante uma estreia, num vinho com a assinatura da Herdade das Servas, feita com uvas de uma vinha de 13 hectares, que a família Serrano Mira soube preservar e que tem cerca de 45 anos de idade. 

Um vinho de terroir, que espelha uma viticultura de precisão e que demonstra a convicção deste produtor em experimentar e arriscar o pioneirismo.

Herdade das Servas

A Herdade das Servas procura, com este vinho, mostrar o carácter e a frescura das uvas de Carignan, implementadas numa vinha conduzida em vaso e de baixa produtividade.

A primeira edição deste tinto 100% Carignan é de 2016 e vai chegar ao mercado em finais de Março. Uma edição limitada a cerca de 3500 garrafas, sob o desígnio ‘Herdade das Servas Parcela C Carignan Single Vineyard’.

Para melhor enquadrar o Carignan, que será apresentado nas colheitas de 2016 (pré-lançamento), 2017 (em estágio) e 2019 (amostra de cuba), a Herdade das Servas vai adicionar à prova cinco vinhos de Vinhas Velhas, o seu icónico ‘Herdade das Servas Vinhas Velhas tinto’ de 2005, 2009, 2012 e 2015 e o singular ‘Herdade das Servas Parcela V tinto’, do mítico ano de 2011.

Nota para o facto de a família Serrano Mira ter um cuidado particular pela preservação do património de Vinhas Velhas, procurando que se expressem na plenitude em vinhos cuidados e detalhados.

%d bloggers like this: