São Valentim sugestão vinhos

São Valentim – 4 vinhos para brindar a dois

Do Douro ao Alentejo, são quatro sugestões para celebrar a noite mais romântica do ano em tons rosé à mesa.

Há momentos que são para viver apenas a dois e a noite de 14 de fevereiro é o pretexto perfeito para renovar votos. Para os eternos apaixonados, que não dispensam de bons momentos à mesa, são sugeridos quatro vinhos portugueses para eternizar a ocasião e brindar às mais bonitas histórias de amor, seja na divertida preparação de um jantar reservado em casa ou para acompanhar uma refeição no restaurante de sempre. 

Vértice Rosé 2017 – PVP 14,80 EUR

O primeiro candidato é o Vértice Rosé 2017, um espumante reconhecido pela sua elevada aptidão gastronómica.

De perfil sério e muito sofisticado, não dispensa a diversão à mesa, que partilha através da sua cor sugestiva e da bolha fina que desperta todos os sentidos. É ideal para abrir antes da refeição e acompanha na perfeição queijos e petiscos ligeiros.

Crasto Rosé 2018 – PVP 9,89 EUR

É também no Douro que nasce o Crasto Rosé 2018, um vinho marcado pela expressiva frescura aromática que promete conquistar logo ao primeiro contacto.

Muito equilibrado e com taninos ligeiros de textura suave, este rosé envolve pelos aromas de framboesa e flores de violeta, em perfeita sintonia com uma mineralidade vibrante. Um casamento perfeito entre as castas Touriga Nacional e Tinta Roriz, ideal para iniciar a refeição.

Carlos Reynolds Rosé 2018 – PVP 7,99 EUR

Do Alentejo a sugestão chega da Reynolds Wine Growers, num lugar de grande beleza natural com duzentos hectares, junto à fronteira de Espanha e à Serra de São Mamede.

Para a data, a proposta é o Carlos Reynolds 2018, um vinho sedutor com notas frescas de morangos com chocolate e fruta madura. Encorpado e cremoso, é o convite para uma viagem sensorial pelo lado suave da região, brilhando à mesa sobretudo quando acompanhado por pratos de peixe.

Croft Pink – PVP 9,90 EUR

Para quem prefere deixar o melhor para o fim, a sugestão é o Croft Pink, o primeiro vinho do Porto Rosé.

O seu perfil irreverente e arrojado, com intensos sabores de cereja, framboesa madura com notas de mel e toranja, lança o mote para que a noite se prolongue, seja apenas com a degustação descontraída do vinho no seu estado original, seja através da elaboração de um cocktail de assinatura, cujas receitas podem ser consultadas no site oficial da marca.

Seja qual for a escolha e o momento, sugere-se que os vinhos sejam servidos às temperaturas recomendadas.

Estas são as sugestões da distribuidora Heritage Wines, já disponíveis em garrafeiras de todo o país.

%d bloggers like this: