café Gastronomia lifestyle

A Little Italy em Lisboa – Abriu o Caffè di Marzano

A herança da família Gatti não se esgota na pizzeria que foi baptizada em memória do seu patriarca, a Valdo Gatti. A cada espaço novo do grupo de restauração TPPC desvenda-se um pouco mais da história do Senhor Osvaldo.

Caffè di Marzano

É o caso do Caffè di Marzano, o segundo do seu legado. Foi precisamente em Marzano, província de Pavia, que Osvaldo montou o seu próprio café.

Numa zona privilegiada de Lisboa – o Largo Rafael Bordalo Pinheiro –, no Chiado, o Caffè di Marzano, que acaba de inaugurar, vai reger-se pelos momentos do dia. 

Taleggio de prosciutto e gorgonzola

Isto é, vai mutando à medida que as horas passam e a manhã dá lugar à tarde e à noite. É por isso que não há só um, mas três menus, com propostas diferentes.

Ovos benedict

Orgulhoso das suas origens italianas, o Caffè di Marzano serve-as com sotaque nova-iorquino e planta a semente de Little Italy em Lisboa.

Panquecas com frutos vermelhos

É o melhor de duas geografias: as propostas italianas dos menus cruzam-se com a arte norte-americana de servir o café.

A cada momento do dia seu menu

Polpetta

08:00-12:00

Pela manhã há as clássicas panquecas com xarope de ácer (5€), ovos cozinhados de diferentes formas (escalfados, mexidos, fritatta e no forno – 4€ a 7€), french toasts (3,5€), papa de quinoa (5€) e bowls e ainda panini (4€) e bruschettas (4,5€).

No Caffè di Marzano bebe-se café sem pressa, a qualquer hora do dia. Norbert Jencsik, o barista e connoisseur da área, é quem determina a oferta: há café 100% arábica com uma torra ligeiramente mais escura, para agradar ao palato português, e para ser servido em cappuccinos, lattes e macchiatos; e café de filtro, com uma torra mais suave e um sabor frutado – ambos torrados localmente na Olisipo Coffee Roasters. As infusões da Companhia Portugueza do Chá complementam a oferta.

Pizzetas

12:00-16:00

A meio da tarde, as propostas exclusivas de pequeno-almoço dão lugar a pastas (6,5€), como a Orechiette e bacalà, com bacalhau, alcaparras, funcho, aneto e limão, ou a Penne sem glúten al Cavolfiore, com couve-flor, curcuma, passas, amêndoas e chili; a uma Polpette de tomate (6€), e pizzetas (6,5€), pizzas mais pequenas – algumas das combinações de sucesso da Valdo Gatti são aqui replicadas, como a Bufalotta, com mozzarella, presunto curado, tomate-cherry e manjericão, ou a Piccante de nduja picante. 

Além destas propostas fixas, o quadro em ardósia por trás do balcão vai apresentar os pratos do dia.

Penne al cavolfiore

Nas primeiras horas da manhã, ainda antes de o Caffè abrir, um dos membros da equipa de cozinha vai à Valdo Gatti buscar as massas já fermentadas para as pizzetas e focaccias… de bicicleta!

16:00-00:00

À noite, as portadas atrás do balcão abrem-se e revelam um bar espelhado que dá a conhecer uma vasta oferta de vermutes italianos e outros destilados, que podem ser provados puros ou em cocktails, como é o caso dos clássicos Aperol Spritz (6€), Negroni (6€) ou Manhattan (6€).

É ainda de destacar as referências portuguesas e italianas de vinho sustentável.

O menu foi criado a pensar nas soluções mais apetecíveis para petiscar: há tábuas (9€ a 10,5€) com selecções de queijos, charcutaria e vegetais, acompanhadas por pão de alho; pizzetas e ainda diferentes pastas que podem ser combinadas com diversos recheios como bolognese, pesto ou funghi.

À semelhança do que já acontece na pizzeria Valdo Gatti, este é um negócio assente numa política amiga do ambiente e nos fornecedores nacionais (à excepção dos produtos e ingredientes originalmente italianos), que não descura a qualidade do produto, nem o conceito em que está fundado.

Com uma entrada envidraçada, não é só o sol que ali se detém, mas também quem passa no largo, espicaçado pela curiosidade. O chão de madeira em taco espinhado, os apontamentos de decoração em dourado, as várias plantas, as mesas com tampos de mármore, e as cadeiras com elementos em rotim fazem do Caffè di Marzano um sítio apelativo não só à boca, mas também aos olhos.

O mezanino só é possível graças ao pé direito alto, e de lá os clientes podem chamar a equipa através de um botão luminoso.

Seja a que horas for, ou a toda a hora, o Caffè di Marzano tem propostas para os diferentes momentos do dia e para todos os apreciadores de boa comida.

%d bloggers like this: