Advertisements
desporto Eventos

Casa da Tapada abre as hostes da 4.ª edição do ‘Amares Trail’

Evento decorre já este domingo, dia 24 de Novembro, no distrito de Braga.

A família Serrano Mira abre os portões da Casa da Tapada – propriedade vinhateira, com tamanho significado histórico e cultural, que adquiriram, em 2018, na região dos Vinhos Verdes, mais propriamente na freguesia de São Miguel de Fiscal, em Amares, distrito de Braga – para receber os participantes e dar o toque de partida da 4.ª edição do ‘Amares Trail’, organizado pela Urbanfit Race.

Casa da Tapada Superior Alvarinho e Loureiro 2018 . DOC Vinho Verde
Nota para o facto de a prova, agendada para Domingo, dia 24 de Novembro, contar com a participação activa de Carlos Serrano Mira. O co-proprietário da Casa da Tapada vai dar o mote da partida, ao tocar o sino da capela, e integrar a comitiva como desportista.

Depois da partida, em frente à capela e junto ao solar da Casa da Tapada, a prova segue por entre a extensa mata centenária da propriedade.

Os mais de 700 participantes vão percorrer cerca de um quilómetro dos 24 hectares de propriedade, num enquadramento de rara beleza em plena bacia hidrográfica do rio Cávado, sub-região da região demarcada dos Vinhos Verdes, onde as folhas das vinhas em socalcos, a ocupar doze hectares do terreno, preenchem de dourados e castanhos a paisagem em redor. 

De relembrar que o solar da Casa da Tapada foi erguido, no século XVI, pelo ilustre poeta e humanista Francisco Sá de Miranda, responsável pela introdução do movimento literário renascentista no nosso país.

É em frente à sua estátua, erguida na Praça do Comércio, em Amares, que termina o ‘Amares Trail’.

É precisamente pelo peso que Francisco Sá de Miranda tem na comunidade e pela nova dinâmica na produção de referências DOC Vinho Verde na Casa da Tapada, que Miguel Ribeiro, um dos membros da organização da prova, determinou, em conjunto com Carlos e Luís Serrano Mira, iniciar o ‘Amares Trail 2019’ nesta emblemática propriedade.

Além de São Miguel de Fiscal, a prova “passa” por outras freguesias do concelho de Amares.

À semelhança dos anos anteriores, o Amares Trail divide-se em duas etapas: de 25 e de 15 quilómetros. Inclui ainda a chamada “super-especial”, de 1,5 quilómetros, a decorrer no Monte de São Pedro Fins, nas montanhas de Caires e Caldelas, no concelho de Amares.

A prova coincide com uma mostra gastronómica em torno das famosas papas de sarrabulho. É caso para dizer que cultura, desporto, vinho e gastronomia podem caminhar de mãos dadas.

Advertisements
%d bloggers like this: