Quinta da Pacheca cria espaço dedicado à arte

Um inovador espaço dedicado à arte acaba de nascer na Quinta da Pacheca, em Lamego. O Atelier d’Or, da responsabilidade do artista plástico transmontano Óscar Rodrigues, é um espaço concebido para que os visitantes testem a sua veia artística e marquem para a posteridade a sua passagem pelo Douro e pela Pacheca.

Esta inovadora proposta de incursão pelas artes plásticas, que está em funcionamento permanente, irá abordar as diversas vertentes, da pintura à olaria, do azulejo à escultura. Com desafios diferenciadores e originais os visitantes são convidados, por exemplo, a esculpir em cepas de vinhas velhas ou a pintar numa tela o que a criatividade lhes ditar. Mas se é a arte da olaria que mais o encanta, então o desafio pode passar por modelar pasta de argila tendo como inspiração o recorte de vinhedos das margens do Douro. No fim, para lá do momento lúdico e do tempo que passam em comunhão com a natureza, podem levar consigo as obras criadas e, desta forma, eternizarem a sua passagem pela mais antiga região demarcada do mundo.

O artista Óscar Rodrigues, que acompanhará os visitantes e que é o responsável pelo Atelier d’Or, já tinha deixado uma marca indelével na Quinta da Pacheca, erigindo num dos seus espaços mais nobres o «O néctar da Pacheca», uma garrafa gigante esculpida em madeira e que rapidamente se transformou numa das maiores atrações da propriedade, sendo talvez a árvore mais fotografada do Douro.

Com este novo espaço pretende-se também reforçar a associação da marca ao mundo da cultura, uma ligação que vem dos tempos do emblemático «Vale Abraão», película do cineasta Manoel Oliveira, que foi rodado na propriedade com o mesmo nome e que pertence, ainda hoje, à Pacheca.

Com este ‘Atelier d’Or’ a Quinta da Pacheca volta a surpreender e a inovar a sua oferta, isto depois de em 2018 ter lançado os Wine Barrels, uma original proposta de alojamento que se tem revelado um sucesso em termos de ocupação, não só a nível nacional, como também internacional.

O artista

Óscar Rodrigues é licenciado em artes plásticas pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. Natural de Soutelinho do Mesio, notabilizou-se na técnica de wood carving, tendo participado em projetos de requalificação ambiental no município de Ribeira de Pena e Vila Pouca de Aguiar. Com uma obra marcada pela importância dada ao detalhe, Óscar Rodrigues expõe as suas obras a título individual desde 2001, tendo também participado em diversas em exposições coletivas, nacionais e internacionais.

Advertisements