Lançamentos vinhos

Novas edições Grainha – Uma dupla de sucesso

As novas edições do Grainha Reserva Branco 2018, um vinho com uma estrutura exuberante, e do Grainha Reserva Tinto 2017, um Douro profundo e de especial precisão, herdam a responsabilidade de fazer justiça à forte notoriedade da marca, detida pela Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo. Esta dupla de sucesso, lançada pela primeira vez em 2007, demonstra que é possível usufruir de dois vinhos Reserva – um branco e um tinto – a preços que são atrativos, sobretudo, para consumidores conhecedores e aficionados de vinho, o que se traduziu numa extraordinária aceitação, em particular do negócio da restauração, nos mercados nacional e internacional.

“Dada a nossa experiência, conhecemos bem o mercado mundial de vinhos e as tendências de consumo. Identificamos, por exemplo, que o consumidor moderno prefere vinhos mais estruturados e não se importa de pagar mais em prol da qualidade, o que tem contribuído para o aumento das vendas nas categorias super e ultra premium (PVP entre 15€ e 20€). Estamos, por isso, perante um consumidor informado e exigente e acreditamos que a marca Grainha deve o seu sucesso por responder com qualidade a esta nova procura”, refere Luisa Amorim, administradora da Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo.

Grainha Reserva Branco 2018, detentor de um estilo muito próprio, é elaborado a partir das castas Gouveio, Viosinho, Rabigato e Fernão Pires, provenientes de vinhas com idade média de 20 anos. Aqui misturam-se as texturas, a frescura, o corpo redondo de uvas amadurecidas sem pressa com a expressão de fruta fresca, de especiarias e notas de baunilha, apresentando um equilíbrio magnífico entre seriedade, tensão e delicadeza. Tem uma elegante densidade, terminando longo e muito preciso.

Já o Grainha Reserva Tinto 2017 é um verdadeiro clássico do Douro, que se distingue pela personalidade forte. Na sua base estão as castas Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Barroca, Touriga Nacional, que lhe conferem a sofisticação de um grande tinto duriense. Cativante desde o primeiro contacto, traz a dimensão do Douro em cada gota, partilhando generosos aromas frutados, densos e especiados, de textura sedosa. Os taninos são finos, não dispensando uma estrutura firme, à gravidade certa. Termina muito equilibrado, longo e focado.

As novas colheitas da gama Grainha já se encontram disponíveis no mercado, pelo PVP recomendado de 14,95€ cada.

%d bloggers like this: