Gastronomia restaurante

O Abacate é o fruto mais apetecido

Avocado House é o primeiro espaço em Lisboa onde o abacate está no centro de todas as atenções. Com uma ementa criativa, num espaço divertido, a gastronomia da cidade ganha mais sabor. Mafalda Leitão e Rui Barata, amigos e sócios neste projeto, abrem as portas desta casa no número 21 da Rua da Esperança, no bairro histórico da Madragoa.

Mafalda criou as receitas originais, em que o sabor é elemento constante e desenhou todo o conceito, decoração e fardas que dão vida ao espaço. A obra ficou a cargo de Rui Barata. O restaurante prima pelo pormenor, cor e muito sentido de humor. Com a máxima “food for living”, o espaço transmite um ambiente descontraído e energia positiva, logo à entrada, com as boas vindas da jovem equipa “Avocado Gang”.

Ao entrar na Avocado House, o olhar foge para o colorido painel de madeira onde se destaca a selva e o abacate – patrocinado pela Bacardi Martini e executado pela Oficina Marques – que reflete na parede de espelhos e faz ligação ao elemento natureza, bem como o frigorífico amarelo da SMEG que é o sol do espaço. O mobiliário do Cantinho do Vintage dá o conforto para momentos bem passados. Na esplanada interior, um mural de abacates gigantes, pintado pela artista Denise Prino, prende a atenção até dos mais distraídos. Os abacateiros são o centro da decoração, em que as plantas, da Azores Botanic, dão vida ao espaço.

Nesta harmonia de cores e sabores, o ‘rei da selva’ é mesmo o abacate. E é logo pela manhã que se podem saborear as propostas do Brekkie (das 9h às 18h), como o Healthy Avo, iogurte de abacate, frutas da época, granola caseira, mel, mix de sementes e iogurte natural, ou a Panqueca de Abacate.  Ou os ovos e tostas, como o Spicy Sunrise, ovos escalfados com pasta de abacate, romã, especiarias asiáticas, mix de rebentos, e os Forest Benedict, com os ovos escalfados com espinafres salteados, fiambre de peru fumado e um molho holandês bem verde, feito com abacate. E para acompanhar, há sumos, chás, lattes e smoothies.

O espaço está aberto ao longo do dia e entre os pratos há opções verdadeiramente diferentes, aptas para vegetarianos, veganos, e intolerantes ao gluten ou lactose.

Nos Abacatados, o Avo Bacon é um bom exemplo disso – com abacate, bacon caramelizado, ovos mexidos, cebolinho, endro e salada de gaspacho. Além dos hambúrgueres, tártaros e ceviches, à noite são os tacos (servidos apenas depois das 19h), como o Ai Caramba! – feijão preto mexicano, milho, carne picante, jalapeños e salada – ou o Tatacos – filet mignon grelhado com feijão em salsa e guacamole – que marcam a diferença.  Para terminar a refeição, o ‘abacate no topo do bolo’ são as Avo Sweets, as sobremesas. Entre o Cheesecake Avo, o House Sweet e o bolo do dia, o difícil é escolher.

Numa carta de receitas originais, a criatividade estende-se ainda às bebidas. Dos cocktails desenvolvidos pela Bacardi Martini, o AvoGang – Bombay Sapphire, xarope de abacate, sumo de lima e puré de abacate – e o AvoKini – espumante e puré de abacate -, aos Elixires especiais da casa, há sugestões que vão surpreender. 

Além de uma proposta gastronómica diferenciadora, o Avocado House é um projeto que abraça uma outra vontade de Mafalda, a de apoiar um projeto social, privilegiando a inclusão. A decisão recaiu no apoio a pessoas com surdez, integrando-as ativamente. É nesse âmbito que o Avocado House emprega duas pessoas surdas. Para facilitar a interação, Mafalda desenvolveu um pequeno livro de ilustrações que ajuda os clientes a comunicar com os empregados de mesa portadores de deficiência auditiva. Gesto que vale mais que muitas palavras.

E se o abacate está na moda, aqui a tendência é voltar, uma e outra vez!

Advertisements