Eventos música

Palmela Wine Jazz viveu uma das melhores edições de sempre

O Palmela Wine Jazz viveu, no último fim de semana (19 a 21 de julho), uma das melhores edições de sempre no que respeita à afluência de público, com destaque para o primeiro dia e para sábado, em que atuou a bem conhecida cantora de jazz Maria João.

Milhares de visitantes escolheram o Castelo de Palmela para passar o final de tarde e a noite a apreciar boa música e, ao mesmo tempo, a saborear os melhores vinhos da região. No sábado à noite, o espaço da Igreja de Santa Maria foi pequeno para acolher todas/os as/os que quiseram assistir ao espetáculo de Maria João, que encantou com a sua simplicidade, carisma, flexibilidade vocal e capacidade de improvisação. A artista apresentou em Palmela a sua mais recente aventura, “OGRE”, um híbrido musical, que mistura o jazz com a eletrónica.

Pelos três palcos do festival (Bobo da Corte, Igreja de Santa Maria e Terraço Sul, onde decorreram os “Concertos com Vinho”), passaram também Karl Heinz & The Ketchups, Isabel Rato Quinteto, Loosense, Body & Soul, Sexteto Palmela Six Jazz, Rúben Garção Duo, Quarteto Desidério Lázaro e Quarteto Edgar Caramelo.

15 adegas da região marcaram presença nesta 6.ª edição, com prova e venda de vinhos, ofertas especiais, promoções e provas comentadas pelos enólogos (Adega Camolas, Adega de Palmela, Casa Ermelinda Freitas, Cooperativa Agrícola Santo Isidro de Pegões, Damasceno Wines, Fernão Pó Adega, Filipe Palhoça Vinhos, Herdade de Pegos Claros, Malo Wines, Quinta do Monte Alegre, Quinta do Piloto, Sivipa, Venâncio da Costa Lima, Xavier Santana e Herdade da Comporta).

O Palmela Wine Jazz foi promovido pela Câmara Municipal de Palmela e pela Rota de Vinhos da Península de Setúbal, com o apoio da Comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal e da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa e os patrocínios da IMEGUISA, Casa Ermelinda Freitas, Adega de Palmela, Filipe Palhoça Vinhos, Adega Camolas e Caetano Sport (ao abrigo do programa “Mecenas de Palmela”). O festival integra o “Palmela é Música”, processo de candidatura de Palmela à Rede de Cidades Criativas da UNESCO, na área da Música.

%d bloggers like this: