declaração douro vinho do porto

Churchill’s declara 2017 ano Vintage

É a primeira vez, em quase um século, que duas colheitas consecutivas são declaradas, de forma generalizada, como Vintage. Apesar de alguma hesitação inicial em declarar duas vindimas seguidas, para Johnny Graham, fundador e chefe de provadores da Churchill´s, nunca houve dúvida relativamente à excecional qualidade dos vinhos do Porto de 2017.

“O Churchill´s Vintage Port 2017 mostra-se vibrante e intenso, combinando pureza de fruta com um veio de acidez natural, que oferece ao vinho um excelente potencial de envelhecimento”, diz.

O Churchill´s Vintage 2017 tem uma profunda cor violeta, com intensos aromas a mirtilos frescos e nuances resinosas no nariz. Mostra-se exuberante e vinoso em boca, com notas de calda de amoras pretas envoltas por uma estrutura de taninos e uma vibrante acidez natural que lhe confere um longo e persistente final.

Desde a vindima que a equipa de Enologia da Quinta da Gricha se mostrou muito entusiasmada com a qualidade dos vinhos do Porto de 2017. “A frescura e intensidade do Vintage 2017 é uma marca característica do estilo da Churchill´s, complementando a elegância do Vintage 2016 numa demonstração da identidade e pedigree dos nossos Vintage”, refere a empresa.

À semelhança de 2016, as produções voltaram a ser muito reduzidas no Douro. O ano vitícola de 2016-2017 foi excecionalmente quente e seco, com valores de precipitação 30 a 46% mais baixos em relação à média nas sub-regiões do Cima Corgo e Douro Superior, levando a um crescimento vegetativo muito mais rápido das videiras. Esse facto levou a que a Churchill´s tivesse a vindima mais precoce de sempre, com as primeiras parcelas de vinha a entrarem na adega da Quinta da Gricha em meados de Agosto. Assim, o ano climático originou mostos com elevada concentração e intensidade de fruta e taninos.

“Todos os nossos Portos são produzidos nos tradicionais e ancestrais lagares de granito da Quinta da Gricha. Para nós, mesmo sendo um método mais caro, continua a ser a forma mais eficaz para a produção de Vintages de topo, permitindo uma extração suave e gentil de cor e taninos dos mostos”, sublinha a empresa.

Como é tradição na Churchill´s, engarrafou-se também uma pequena quantidade do single Quinta Vintage Port, Churchill´s Quinta da Gricha Vintage 2017, do qual se poderão alocar pequenas quantidades.

“Na Churchill´s, estamos extremamente entusiasmados por poder partilhar estes vinhos excecionais e mais uma vez afirmar o Douro como uma das melhores regiões produtoras de vinho do mundo”, afirma Johnny Graham.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s