douro imagem Lançamentos

Real Companhia Velha lança novas colheitas de ‘Porca de Murça

Por ocasião do 90.º aniversário dos emblemáticos vinhos do Douro ‘Porca de Murça’, a Real Companhia Velha decidiu estrear uma nova imagem – disruptiva e arrojada, mas que remete de forma mais directa para a lenda que deu origem a este nome (*). Os novos rótulos estreiam-se com o lançamento do ‘Porca de Murça tinto 2017’ e do ‘Porca de Murça branco 2018’, vinhos com uma excelente relação preço/qualidade (€4,59) e ampla distribuição nacional, estando presentes em hiper e supermercados, mas também em garrafeiras e lojas de vinhos.

A lenda da Porca de Murça em discurso directo

“Passaram-se mais de 90 anos. Vivi-os a correr e, para celebrar este momento, visto-me a rigor e dou a cara à nova imagem destes néctares do Douro, bem presentes nas vossas mesas. Mas, por agora, nada melhor do que nos reunirmos e ouvirem o que tenho para vos contar…, a minha lenda!”

Vivia escondida no bosque uma mulher de feições másculas que tinha uma grande paixão: criar vinbo feito com uvas vindas directamente dos socalcos do Douro. Montou um engenho de produção e, depois de encontrar a receita certa, distribuiu-a pela Vila que temia a sua existência. Um dia, por percalço, foi descoberta por um habitante que gritou e acordou toda a Vila. A mulher fugiu, nunca mais foi vista mas, em sua honra, foi erguida uma estátua com a forma de uma porca bem roliça: a Porca de Murça.

‘Porca de Murça’: o tinto de 2017 e o branco de 2018, ambos do DOC Douro

Jovem, com uma atraente cor granada e notas de frutos fresco, com sugestões de cerejas. São estas as características do ‘Real Companhia Velha Porca de Murça tinto 2017’, um tinto feito com as castas durienses Touriga Franca, Touriga Nacional, Tinta Roriz e Tinta Barroca. Em prova, é complementado por uma maciez aveludada que, no final, revela vigor, graças à sua acidez equilibrada. Leve-o à mesa, para acompanhar carnes, pastas e queijos.

O ‘Real Companhia Velha Porca de Murça branco 2018’ é feito a partir de cinco castas autóctones da mais antiga região demarcada do Mundo: Viosinho, Gouveio, Moscatel, Arinto e Fernão Pires. Apresenta-se como um vinho jovem de cor citrina, com aromas florais muito frescos combinados com sugestões de lima e frutos brancos. No palato, os sabores seguem a mesma linha de aromas, sendo complementados por uma acidez viva que torna a prova jovem e refrescante. Por isso, é considerado uma boa companhia às refeições, preferencialmente com pratos de caril, peixes, marisco e saladas.

A fermentação de ambos decorreu em cubas Inox, com controlo de temperatura, e o estágio decorreu em cubas Inox até ao engarrafamento. Recordamos que a garrafa do branco desta referência ter passado a ser em vidro transparente, enquanto a garrafa do tinto se mantém em vidro verde.

INFORMAÇÃO TÉCNICA

Porca de Murça tinto 2017 • DOC Douro

PVP: €4,59 •  Garrafas: 950.000  •  Álc.: 13,0 %  •  Acidez Total: 5,3 g/l  • pH: 3,65

Porca de Murça branco 2018 • DOC Douro

PVP: €4,59 •  Garrafas: 200.000  •  Álc.: 13,0 %  •  Acidez Total: 4,7 g/l  • pH: 3,55 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s