Advertisements
arte espectáculo vinho

Passos e Compassos apresenta 3.º Bouquet do Ciclo Syrah

No próximo dia 6 de abril, às 21h30, no CineTeatro São João, a Passos e Compassos estreia Plano Oblíquo, o terceiro dos oitos Bouquets (ou espetáculos) que integram o Ciclo Syrah.  No dia 7 de abril, às 17h00, a companhia residente do Cineteatro São João volta a subir ao palco para mais um “Plano Oblíquo”.

Uma combinação entre a arte contemporânea e as raízes e culturais locais, que aqui ganham expressão e enfoque na riqueza da terra, da vinha e na arte de produção do vinho tão bem patente no Concelho de Palmela.

“Propõe-se pesquisar a arte do vinho e a sua história, transpondo o pensamento para a dança e música, que dialogam entre si, em tempos de degustação e habitar o corpo e cada espaço, como um bouquet de vinho, descoberto pouco a pouco, desvendado o movimento, o cheiro, o som e cada nota de sabor”, diz-nos a Passos e Compassos sobre este Ciclo Syrah que vai estar presente na agenda cultural durante quatro anos.

Produzido pela Passos e Compassos, com os apoios da Câmara Municipal de Palmela e da República de Portugal | Secretário de Estado da Cultura e DGArtes – Direção-Geral das Artes e parcerias da Casa Mãe Rota dos Vinhos, Quinta da Serralheira, Quinta do Piloto, Casa Ermelinda Freitas e Filipe Palhoça.

Com lotação limitada, os ingressos têm o valor de 5 euros ou 4 euros (para menores de 25 e maiores de 65 anos). Para mais informações, os/as interessados/as podem contactar o CineTeatro São João através do 212 336 630.

Ficha técnica:

Ideia e Direção – António Machado e Sofia Belchior

Coreografia – Sofia Belchior e intérpretes

Composição e interpretação musical – António Machado

Figurinos – Zé Nova

Design – Utopia Designers

Design web – João Belchior

Inês Maló, Ivanoel Tavares, José Lobo, Ricardo Mondim e Sofia Luz

Interpretação: DançArte, Companhia residente no Cine Teatro S. João, Palmela

Registo fotográfico – Carlos Teixeira

Advertisements

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: