Caminhos Cruzados arranca com processo de reconversão em vinha biológica

A Caminhos Cruzados, empresa produtora de vinhos do Dão, tem vindo a afirmar-se no seu projecto vitivinícola, de uma forma inovadora, sustentada e em equilíbrio com o meio natural em que se encontra. Caminhos Cruzados pretende selecionar as melhores uvas ao apostar na vinha biológica com a casta Touriga Nacional.

“Este investimento surge naturalmente com o crescimento da empresa e escolhemos a vinha de Touriga Nacional, por ser também um símbolo do Dão, para dar início a este processo de transformação. Esta é uma mudança muito significativa para nós e apesar de pequena, marca o início de um caminho que queremos percorrer nos próximos anos, e preparar para as gerações vindouras! No ano em que nasce o primeiro elemento da próxima geração da Caminhos Cruzados, não há melhor presente do que dar os primeiros passos na preparação de um futuro mais duradouro e sustentável”, refere Lígia Santos, CEO ce Caminhos Cruzados.

Mesmo em frente à adega, num talhão com cerca de 1ha, foram plantadas 4200 videiras da casta Touriga Nacional, posicionadas a uma altitude de 470 m, com uma excelente exposição solar e solo predominantemente granítico, prevendo-se uma produção estimada de 5000 garrafas. O processo de reconversão da vinha arrancou nos primeiros dias de 2019 e durará cerca de 3 anos.

Advertisements

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.