Real Companhia Velha propõe coffret vínico

Com origem no Douro Vinhateiro, a Real Companhia Velha propõe um presente (vínico) para este Natal. Trata-se de uma ‘Selecção de Castas da Quinta de Cidrô’, apresentada não em formato de uva, mas numa elegante caixa de vinho, em madeira, com seis garrafas. Alvarinho, Sauvignon Blanc, Chardonnay, Pinot Noir, Touriga Nacional e Touriga Nacional & Cabernet Sauvignon dão corpo a este coffret, com um preço de venda ao público recomendado de 85 euros.

A Quinta de Cidrô é uma das cinco propriedades que a Companhia possui no Douro. Localizada em São João da Pesqueira, é representativa de um Douro moderno, onde castas portuguesas e internacionais dão fruto a singulares estilos de vinho. Estes são alguns dos exemplares criados em estreita relação pelo enólogo, a equipa de viticultura e a família Silva Reis, proprietária da Real Companhia Velha.

 

Trio de brancos “fora da caixa” no Douro

Quinta de Cidro Alvarinho_SA_O

O ‘Quinta de Cidrô Alvarinho branco 2017’ é o primeiro da fila. Alvarinho é uma casta autóctone da região dos Vinhos Verdes, mas que apresenta um excelente resultado nas vinhas da Quinta de Cidrô. A cor citrina é levemente dourada e os aromas são delicados, com destaque para os citrinos e a flor de laranjeira. Tem uma boca rica e cheia. Encorpado e fresco, tem um final de boca longo e distinto, salientado por uma acidez estaladiça e uma saborosa mineralidade. É um Alvarinho do Douro que vai bem com peixe e marisco grelhados.

Quinta de Cidro Sauvignon Blanc branco

O aroma expressivo da casta francesa Sauvignon Blanc é bastante expressivo no ‘Quinta de Cidrô Sauvignon Blanc branco 2017’. As leves notas de espargos, de pimenta verde e toranja estão bem integrados por uma evidente impressão de mineralidade. Na boca mostra-se um vinho rico e intenso. Ao mesmo tempo, preserva um sentido de leveza e de frescura. Apesar de denotar potencial de guarda em garrafa, está excelente para degustar, já agora, com ostras, peixes grelhados e carpaccios.

Quinta de Cidro Chardonnay_SA_O

O ‘Quinta de Cidrô Chardonnay branco 2017’ apresenta-se como um vinho limpo e brilhante, com uma atraente cor amarelo pálido. Denota concentração e intensidade exibindo, também, uma complexidade de aromas tropicais, como o do ananás, além do pêssego e da pêra, harmoniosamente integrados, com ligeiras nuances de madeira e notas amanteigadas. Na boca tem uma excelente acidez; é refrescante e muito equilibrado. O final de prova é persistente. É óptimo para acompanhar o bacalhau da consoada, mas também o lavagante e as saladas.

 

Tintos elegantes para o Inverno

Quinta de Cidro Pinot Noir tinto

O ‘Quinta de Cidrô Pinot Noir tinto 2015’ é o quarto a integrar a caixa. De uma belíssima cor ruby, este tinto revela elegância e finesse, graças à delicadeza da casta francesa, além de que é detentor de notas típicas de cereja e groselha harmoniosamente integradas com nuances de baunilha. O final de boca é longo e frutado. Para este efeito, é de salientar o quão importante é aqui a decantação feita umas horas antes de servir as “comidas de Inverno”, como o cabrito ou o cordeiro assados no forno, ou o empadão de perdiz.

Quinta de Cidro Touriga Nacional tinto

A mais nobre das castas portuguesas e do Douro revela-se, em todo o seu esplender, neste ‘Quinta de Cidrô Touriga Nacional tinto 2016’, exibindo a complexidade que lhe é característica e o forte carácter varietal, com aromas a frutos vermelhos e acentuadas notas florais. Embora intenso e expressivo, é fresco e elegante. Enquanto jovem e vibrante é uma excelente opção para combinar com pratos de caça, carne vermelha e queijos. Mas se quiser guardar por mais tempo, só se tem a ganhar!

Quinta de Cidro Touriga Nacional & Cabernet Sauvignon_SA Oficial

Para terminar esta viagem vínica, apresenta-se o ‘Quinta de Cidrô Touriga Nacional & Cabernet Sauvignon tinto 2015’. Um lote de castas que coloca, na mesma garrafa, a variedade de uva tinta mais conhecida no mundo e a casta bandeira de Portugal. Ambas deram origem a um vinho limpo e brilhante de cor ruby profundo, intenso e complexo, mas também muito elegante. É equilibrado por uma excelente estrutura e encorpado. Os aromas de fruta preta, baunilha e chocolate revelam um enorme potencial para evolução em garrafa. Fica, apenas, a nota de que, à mesa, “casa” bem com carne vermelha, perdiz e javali.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s