Henrique Sá Pessoa ganha a segunda Estrela Michelin

HSP e Rui Sanches @Paulo Barata.jpg


As boas notícias do bi-estrelato do ALMA foram anunciadas na quarta-feira na cerimónia de apresentação do Guia Michelin Portugal e Espanha 2019, pela primeira vez a decorrer em Lisboa, no Pavilhão Carlos Lopes, e que recebeu alguns dos maiores nomes da gastronomia ibérica. Mais um motivo de orgulho para o cozinheiro, para aequipa, e para todo o País. Nas palavras de Henrique Sá Pessoa: “Ainda não caímos em nós! Estamos muito felizes por este gigante reconhecimento para o nosso Alma, foi um ano de muito trabalho para esta fantástica equipa e agradecemos ao Guia Michelin a confiança no nosso trabalho! Vamos continuar o nosso caminho e a fazer aquilo de que mais gostamos!”.

Alma_Nuno Correia1.jpg

Mas não é apenas a cozinha do chef que surpreende. O edifício do século XVIII, o serviço rigoroso mas simples e descontraído, a união entre a equipa, fazem do ALMA um marco no panorama da gastronomia nacional dos últimos anos. A base da sua filosofa gastronómica? Para Henrique Sá Pessoa o sabor é o protagonista; os produtos e os produtores nacionais e uma cada vez mais profunda inspiração na cozinha tradicional, complementam o seu ADN. No prato, há cada vez menos elementos, mas mais técnica, mais elegância, mais criatividade. Por outro lado, sazonalidade e sustentabilidade entraram no léxico comum de Henrique Sá Pessoa –  o Menu Costa a Costa, exclusivamente à base de peixe e marisco da nossa costa, é o reflexo de uma abordagem inovadora, com propostas inesperadas e a utilização de espécies pouco conhecidas e comuns.  A seguir vêm as suas influências e referências: as viagens pelo mundo, a paixão pela Ásia, a vida em Lisboa.

O ALMA foi o primeiro projeto do chef em nome próprio tendo sido elevado a um outro patamar quando Henrique conhece Rui SanchesEm Outubro de 2015, reabre num edifício histórico no Chiado e, um ano depois, conquista a primeira Estrela Michelin. Em parceria com os proprietários do Grupo Multifood, HSP desenvolve outros projectos tailor made de enorme sucesso, como o Tapisco, primeiro em Lisboa e agora também no Porto, ou o Balcão no El Corte Inglês Experience. Mas o ALMA é, sem dúvida, a joia da coroa do Grupo, com o feito inédito em Portugal de chegar à segunda estrela em apenas três anos. “É um enorme motivo de orgulho termos recebido a segunda estrela em tão pouco tempo, o que se deve a uma equipa absolutamente fantástica, motivada e empenhada. Claro que a partir deste momento vamos todos sentir uma responsabilidade acrescida, pois o nosso grande desafio é manter a qualidade, a excelência, a consistência, não apenas depois desta noite mágica, mas ao longo dos 365 dias do ano”, declara Rui Sanches.

O chef continua a trabalhar arduamente. Embaixador da Estrella Damm em Portugal – ao lado de personalidades da cozinha mundial como Joan Roca, Andoni Aduriz e Albert Adrià –, é também em 2018 que realiza um dos seus sonhos: abre o Atelier, um espaço exclusivamente seu, uma espécie de segunda casa, com um conceito intimista, de criação e experimentação.

Mas a gala mais aguardada do ano trouxe outras estrelas ao País: o Midori (Sintra), o G Pousada (Bragança) e o Cozinha (Guimarães) entram para a constatação do Guia, ao arrecadarem todos uma estrela Michelin.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s